segunda-feira, 11 de abril de 2022

No inédito GP Galeão, Rafael Suzuki vai ao Q3, soma 9º lugar e se mantém no top-10 do campeonato

0 comentários

Foto: Luca Bassani

Piloto do carro #8 mostrou forte desempenho, largou na terceira fila e conquistou quarto top-10 em seis corridas até agora, somando mais 12 pontos na tabela

Após 10 anos de intervalo, o Rio de Janeiro voltou a receber a Stock Car, dessa vez, para o inédito GP Galeão, realizado na pista do aeroporto. Foram dois dias intensos de atividades, que culminaram em provas movimentadas neste domingo (10). Para Rafael Suzuki, que vinha de um bom 4º lugar em Goiânia, o evento marcou sua primeira vez correndo no Estado do Rio de Janeiro, e mais uma oportunidade de brigar no pelotão da frente. Com o 9º lugar na corrida 1, o piloto do carro #8 somou 12 pontos, e se mantém entre os 10 melhores na classificação geral, de um total de 36 pilotos.

O primeiro contato dos pilotos com o circuito foi na sexta-feira, com o reconhecimento de pista a pé. No sábado, após dois treinos livres, a classificação definiu o grid de largada para a corrida. Rafael esteve sempre entre os mais rápidos no Q1 e no Q2, garantindo-se no grupo de seis pilotos que brigaram pela pole position. Na terceira e decisiva fase, Suzuki marcou o 4º melhor tempo, mas por conta de uma punição, perdeu uma posição e largou em 5º.

O domingo foi de forte calor para as corridas. Saindo da terceira fila, Suzuki fugiu das confusões da largada e se manteve na disputa com o grupo da frente. A prova foi movimentada, e após o pit-stop, ele voltou com ritmo mais forte, completando as 27 voltas em 9º lugar, garantindo o quatro top-10 em seis corridas já realizadas.

Com a inversão dos dez primeiros colocados, Suzuki largou na primeira fila na corrida 2, que foi marcada por uma série de incidentes desde o começo. Após a saída do safety-car, o piloto do carro #8 travou uma intensa disputa com Felipe Massa, com ambos alternando posições ao longo das voltas. Porém, um toque na barreira de pneus que delimitava uma das curvas acabou quebrando a suspensão do carro e forçando o abandono da corrida. As vitórias do dia ficaram com Daniel Serra e Ricardo Maurício.

Com os pontos somados no GP Galeão, a 3ª de um total de 12 etapas, Suzuki ocupa a 10ª posição na classificação geral, a apenas treze pontos do top-5 do campeonato.

A próxima etapa da Stock Car acontece entre os dias 13 e 15 de maio no autódromo do Velocittà, em Mogi Guaçu, no interior de São Paulo.

Rafael Suzuki: "Depois de uma classificação positiva, o domingo não foi exatamente como esperávamos. Larguei em 5º, mas no começo não consegui manter o ritmo. Terminei em 9º, garantindo bons pontos, e então larguei na primeira fila na corrida 2. Fui conservador pra evitar as batidas ali, e depois, numa disputa intensa com o (Felipe) Massa, calculei errado quando tentava ultrapassá-lo e toquei uma barreira interna de pneus, que quebrou a suspensão e foi game over. Uma pena, peço desculpas ao time, mas agora é levantar a cabeça e pensar na próxima! Temos muito campeonato pela frente, estamos no top-10 e tenho certeza que vamos superar essa”.

Classificação do campeonato após três etapas

1º - Daniel Serra, 99 pontos
2º - Gabriel Casagrande, 98
3º - Thiago Camilo, 78
4º - Ricardo Maurício, 74
5º - Cesar Ramos, 63
6º - Gaetano di Mauro, 59
7º - Rubens Barrichello, 56
8º - Bruno Baptista, 55
9º - Marcos Gomes, 51
10º - Rafael Suzuki, 50
11º - Átila Abreu, 43
12º - Guilherme Salas, 41
13º - Julio Campos, 40
14º - Allam Khodair, 38
15º - Ricardo Zonta, 35
16º - Nelson Piquet Jr., 34
17º - Tony Kanaan, 33
18º - Felipe Baptista, 32
19º - Denis Navarro, 31
20º - Galid Osman, 28
21º - Matías Rossi, 26
22º - Diego Nunes, 24
23º - Gianluca Petecof, 23
24º - Pedro Cardoso, 23
25º - Felipe Massa, 21
26º - Sergio Jimenez, 19
27º - Cacá Bueno, 18
28º - Rodrigo Baptista, 10
29º - Felipe Lapenna, 7
30º - Lucas Foresti, 3
31º - Gustavo Frigotto, 2
32º - Thiago Vivacqua, 2
33º - Tuca Antoniazi, 0
34º - Beto Monteiro, 0
35º - Renato Braga, 0
36º - Andre Moraes Jr, 0 

Deixe seu comentário