segunda-feira, 18 de junho de 2018

Promotores da 6 Horas de São Paulo se reúnem com líderes do motorsport mundial em Le Mans

0 comentários
Foto: José Mario Dias
Enquanto a maior festa do automobilismo mundial acontece na 86ª edição das 24h de Le Mans, a delegação brasileira encarregada pela 6 Horas de São Paulo se reuniu com as lideranças da competição e do motorsport mundial. O encontro, conduzido por Nicholas Duduch e Patrícia Negrini, sócios fundadores da N/DUDUCH Motorsports, empresa responsável pela organização e promoção da etapa brasileira, teve presença de Jean Todt, Presidente da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), Pierre Fillon, Presidente do Automóvel Clube do Oeste, Gérard Neveu, CEO do Campeonato Mundial de Endurance, Cédric Vilatte, Gerente de Evento do Campeonato Mundial de Endurance, João Amaral, Chefe de Gabinete da SPTuris e Guilherme Birello, Gerente do Autódromo de Interlagos.

Durante a reunião, Nicholas Duduch e Patricia Negrini entregaram camisas da Seleção Brasileira com os nomes dos dirigentes como forma de agradecimento pela parceria firmada entre todas as partes para a execução da 6 Horas de São Paulo, única etapa confirmada, até o momento, para a próxima temporada do Campeonato Mundial de Endurance. O gesto foi carinhosamente retribuído pelos anfitriões do evento europeu com livros e gravatas da mítica 24h de Le Mans.

Nicholas Duduch, CEO da N/DUDUCH Motorsports: “Viemos para Le Mans para estreitar ainda mais os já fortes laços que temos com os organizadores do FIA WEC. Desde que chegamos, fomos incrivelmente bem recebidos e acolhidos por uma atmosfera de amizade e parceria. Vimos com todos os detalhes um evento gigante, com o que há de melhor em termos de organização e entretenimento para os apaixonados por esporte a motor. Com toda esta troca que tivemos, temos certeza que estamos no caminho certo para realizar, na próxima temporada, uma grande 6 Horas de São Paulo, para todos aqueles que amam tanto como nós este maravilhoso esporte”.

Sobre a N/DUDUCH Motorsports

A N/DUDUCH Motorsports é uma empresa que nasce com a missão de realizar os maiores e melhores eventos esportivos de automotor, promovendo novos negócios e experiências únicas, aproximando o público de empresários, marcas e influenciadores. Sua origem está na união de quatro empreendedores de segmentos complementares reforçados por uma equipe multidisciplinar.
Leia Mais >>>

CCSKA continua equilibrado e com novos vencedores

0 comentários
Foto: Emerson Santos
Bruno Galli (Elite), Sidnei Santiago (Graduados), Gabriella Morais (Light) vencem pela primeira vez. Ryan Nishioka/Gustavo Ariel (UXF Sky) vencem o Mini-Endurance pela segunda vez e assumem liderança.

O Campeonato ClickSpeed de Kart Amador (CCSKA) chegou à sua metade ainda mais emocionante e equilibrado. Agora são 19 vencedores diferentes em 23 baterias disputadas nesta temporada. Na quinta rodada, realizada no último sábado (16/6) no Kartódromo Aldeia da Serra, em Barueri (SP), e que contou com a presença ilustre dos pilotos de Stock Car Max Wilson e Ricardo Mauricio, surgiram três novos vencedores: Bruno Galli (Elite), Sidnei Santiago (Graduados) e Gabriella Morais (Light). Apenas uma repetição, da equipe UXF Sky, que provocou alteração na liderança do certame, que ficou com os seus pilotos Ryan Nishioka e Gustavo Ariel.

“Nosso campeonato talvez seja o mais equilibrado do kartismo brasileiro. Entre todas as cinco categorias, em três tivemos apenas uma repetição de vitória, e em uma delas os cinco primeiros na tabela de pontuação não venceram nenhuma etapa”, comemora Everton Carajeleascow, organizador e promotor do CCSKA.

Na categoria Elite, a principal do CCSKA, uma das atrações foi a participação de Felipe Baptista, campeão brasileiro e sul-americano de kart, que não teve vida fácil e apesar de toda a sua experiência e talento, terminou na sexta posição. Bruno Galli venceu pela primeira vez, seguido de Everton Carajeleascow e Alberto Otazú, autor da volta mais rápida. Henrique Morbi largou da pole position, mas recebeu a bandeirada em quinto, logo atrás de Gustavo Ariel. Líder da modalidade, Ryan Nishioka foi apenas o sétimo colocado.

Na Graduados o equilíbrio é fantástico. Sidnei Santiago foi o mais rápido na tomada de tempos e na corrida, e tornou-se o quinto vencedor diferente na temporada. Segundo colocado, mesmo sem ter vencido nenhuma etapa ainda, Ivys Rodrigues só vai aumentando a sua liderança na categoria.

Na Light o domínio foi total de Gabriella Morais, que largou da pole position, estabeleceu a volta mais rápida e alcançou a sua primeira vitória na categoria. Apesar de ter largado da última posição por ter trocado de kart, Matheus Barros terminou em segundo e está cada vez mais líder.

Novidade deste ano, o Mini Endurance teve pela primeira vez a repetição de um vencedor. A dupla Ryan Nishioka/Gustavo Ariel (UXF Sky) largou da pole position e mesmo terminando em terceiro foi declarada vencedora depois de 45 minutos de competição. A Favela Racing (Felipe Baptista/Gustavo Ariel) fez a volta mais rápida e foi a primeira a receber a bandeirada, apenas 1s109 à frente da Kazzo (Alberto Otazú/Henrique Morbi), mas ambas foram penalizadas por problema no pitstop e de pesagem, respectivamente. Com isto, a equipe UXF é a nova líder.

A sexta etapa do Campeonato ClickSpeed de Kart Amador será no dia 15 de julho, no Kartódromo Nova Odessa.

Classificação da Elite após cinco etapas: 1) Ryan Nishioka, 191 pontos; 2) Everton Carajeleascow, 189; 3) Kleberson Felix, 162; 4) Thiago Barros, 160; 5) Gustavo Ariel, 159; 6) Bruno Galli, 157; 7) Everson Nishioka, 141; 8) Stefano Paladini, 139; 9) Alberto Otazú, 135; 10) Denis Urbanavicius, 106.

Classificação da Graduados após cinco etapas: 1) Yvis Rodrigues, 189 pontos; 2) Marcos Nogueira, 164; 3) Roni Batista, 159; 4) José Jurandir Júnior, 152; 5) Fernando Leandrin, 120; 6) Danilo Barbosa, 119; 7) Luciana Rossi, 119; 8) Felipe Pais, 108; 9) Alisson Gonçalves, 103; 10) Sidnei Santiago, 98.

Classificação da Light após cinco etapas: 1) Matheus Barros, 212 pontos; 2) Gabriella Morais, 185; 3) Ellen Lopes, 164; 4) Sheldon dos Santos, 153; 5) Rafael Tokumori, 143; 6) Walterlei Jesus, 136; 7) Juliana Gonçalez, 130; 8) Filipe Pelegi, 102; 9) Thiago Matos, 85; 10) Renato Piques, 79.

Classificação do Mini-Endurance após cinco etapas: 1) UXF Sky - Ryan Nishioka/Gustavo Ariel, 198 pontos; 2) Agaxtur Racing - Everton Carajeleascow/Thiago Barros, 191; 3) No Brakes - Kleberson Felix/Denis Urbanavicius, 175; 4) UXF - Everson Nishioka/Stefano Paladini, 175; 5) Kazzo - Alberto Otazú/Henrique Morbi, 165; 6) Kartudos - Roni Batista/Fernando Leandrin, 141; 7) Deustch Hangar Racing - Yvis Rodrigues/Bruno Galli, 136; 8) Sky – Sidnei Santiago, 77; 9) Kamikaze- Allisson Gonçalez/Felpe Ferreo, 59; 10) RKC - Fábio Cunha/Fábio PL, 49.

O Campeonato ClickSpeed de Kart Amador (CCSKA) é organizado e promovido pela ClickSpeed, com apoio de Agaxtur Viagens (Shopping Jardim Pamplona) e One Photography Media.

Curta www.facebook.com/clickspeed

Visite www.ccska.com.br
Leia Mais >>>

Augusto Farfus tem bom desempenho em Le Mans com a nova BMW M8 GTE, apesar de resultado inesperado

0 comentários
Foto: José Mario Dias
Brasileiro largou em 12º e chegou a alcançar a terceira posição, mas o trio foi obrigado a abandonar a prova mais cedo por conta de um acidente, e, agora, Farfus já pensa no próximo desafio no DTM

Este final de semana foi recheado de emoções nas pistas da mais tradicional corrida de endurance do automobilismo mundial, as 24 horas de Le Mans, na França. Em prova válida também pela temporada do WEC, o brasileiro Augusto Farfus e sua equipe tiveram um bom desempenho com a nova BMW M8 GTE, apesar de não conseguirem completar a prova neste domingo (17).

Competindo na categoria LMGTE-Pro, o brasileiro dividiu a BMW #82 com António Félix da Costa e Alexander Sims, em seu retorno à prova. A última participação de Augusto nas 24 Horas de Le Mans havia sido em 2011, quando ele fez a pole position na categoria GT2. Neste ano, o trio da equipe MTEK garantiu a 12ª posição para o início na prova. 

Farfus foi o responsável pela largada, num stint simples, de pouco mais de uma hora de duração. Depois, ele ainda fez mais um stint duplo no início da noite, e um triplo durante a madrugada. O trio conseguiu uma boa evolução durante a prova e chegou a alcançar a 3ª posição, porém, após mais de 10 horas de prova, eles sofreram uma quebra no amortecedor do carro, fazendo-os perder cerca de duas voltas e todo progresso conquistado até então para o reparo, mas conseguindo voltar à disputa. Já no período da manhã, por volta das 7h do domingo (horário local), Alex Sims bateu forte nas curvas Porsche. O piloto nada sofreu, mas a equipe teve que abandonar a corrida prematuramente.

A vitória geral na 86ª edição das 24 Horas de Le Mans ficou com o trio formado por Fernando Alonso, Sébastien Buemi e Kazuki Nakajima com o Toyota TS050 Hybrid #8, enquanto a vitória na categoria LMGTE-Pro ficou com o Porsche 911 RSR #92 guiado por Michael Christensen, Laurens Vanthoor e Kevin Estre.

Agora, o curitibano de 34 anos volta as atenções para a quarta etapa do DTM, que acontece já no próximo final de semana (22 a 24 de junho), em Norisring, na Alemanha, no único circuito de rua no campeonato. Já a próxima etapa do WEC será as 6 Horas de Silverstone, nos dias 18 e 19 de agosto.

Augusto Farfus:

“Foi ótimo voltar às 24 Horas de Le Mans. Para mim é uma honra fazer o parte deste programa, e ainda mais ter feito a largada, assim como em 2011. Foi uma participação positiva, tivemos um ritmo de corrida muito bom durante a prova, e conseguimos pular de 12º para o 3º lugar, estávamos na briga. Mas no cair da noite quebrou o amortecedor do carro e perdemos duas voltas, o que acabou comprometendo a nossa corrida. Infelizmente ainda tivemos uma batida que também forçou nossa equipe a abandonar a prova. Mas embora tivemos esses percalços, foi uma experiência muito proveitosa e que nos traz muita experiência para o restante da Super Temporada do WEC, e nos deixa muito motivados para a próxima Le Mans no ano que vem”.
Leia Mais >>>

Kart: Mega Kart conquistou quatro vitórias em três Estados em véspera de Campeonato Brasileiro

0 comentários
Foto: Divulgação
Fábrica de chassis e componentes para o kartismo nacional teve representantes em Paraná, Santa Catarina e São Paulo

Paraná, Santa Catarina e São Paulo. Foram três os palcos para a participação da Mega Kart, fabricante de chassis e componentes para o kartismo nacional, no último final de semana. Competindo em quatro campeonatos distintos, a empresa foi muito bem representada e conquistou quatro vitórias.

Em Santa Catarina a Mega Kart teve participação em dois campeonatos. No Metropolitano, Flaviano Ramos, o atual campeão brasileiro da F4 Sênior, venceu a rodada na categoria F4, enquanto no Sul-Catarinense o piloto Renato Araújo foi o vencedor na categoria RD.

Na Copa Sudeste, disputada em Limeira, interior de São Paulo, foi a vez de Alex Grigoletto levar a Mega Kart ao alto do pódio. Competindo na categoria F4, ele foi o vencedor da rodada, sempre utilizando um chassi Mega.

No Paraná, mais exatamente em Pato Branco, foi disputada a 2ª etapa do Campeonato Pato-Branquense. Com um chassi Mega Kart, o catarinense Gabriel Moura foi o vencedor da rodada na Cadete, a categoria com o maior número de inscritos.

“Estamos em tempos de Campeonato Brasileiro, que começa em menos de um mês, e conquistarmos novas vitórias como as do último final de semana nos deixam muitos felizes e otimistas”, dizem Waldíbio Ferraz e Marcos Ferreira, diretores da Mega Kart. “Todos buscam títulos no maior evento do nosso kartismo e conosco não é diferente”, finalizam.

KG COM Assessoria de Comunicação
Erno Drehmer (MTb/RS 14.706)
Rua Lidovino Fanton, 224
Sapucaia do Sul / RS - 93228-160
Tel. + 55 51 3452 2113
www.kartgaucho.com.br
Leia Mais >>>

Torneio de Inverno da Copa Super Paraná de Kart inicia com quase 80 pilotos

0 comentários
Foto: Gilmar Rose
Superação e paciência são adjetivos que podem definir a 3ª etapa da Copa Super Paraná de Kart. O frio, a chuva, o vento e as alterações na programação por conta desses elementos não impediram que 78 pilotos disputassem curva a curva as corridas realizadas pela APK (Associação de Pilotos de Kart da Região Metropolitana de Curitiba), neste sábado (16), no Kartódromo Internacional Raceland, em Pinhais.

Teve de tudo, desde disputas que só terminaram na bandeirada, até piloto que não tomou conhecimento da concorrência e na chuva, ao melhor estilo Senna, cravou mais de 10 segundos de diferença nos companheiros. A etapa marcou também o inicio do Torneio de Inverno, premiou os campeões do Torneio de Verão e aqueceu os corações de solidariedade com a ação social da Campanha do Agasalho em prol da APACN (Associação Paranaense de Apoio às Crianças com Neoplasia).

Os pilotos estavam conscientes que além da pressão da disputa teriam que enfrentar uma pista de baixa aderência por conseqüência da chuva, sem contar na dificuldade de esquentar os pneus. A classificação, que deveria ter ocorrido na tarde de sexta, foi transferida para a manhã de sábado, aumentando a responsabilidade dos mecânicos no acerto dos karts, e mais ainda o cuidado dos pilotos em não errar.

Mas, nada disso impediu as disputas emocionantes durante todo dia.  Com o maior grid do final de semana a F4/ F4 Master reuniu 19 pilotos e abriu as atividades de provas. Paulo Rossetti venceu as duas baterias da F4 e levou o caneco de campeão da etapa. Wesley Piva, Diego Said, Roberto Margeon e Armando Dinardo completaram as cinco posições do podium. Na Master, Nestor Ferens foi absoluto nas duas corridas e ganhou o lugar de honra da classe.  Samurai Sam foi o segundo colocado, seguido de Vicente Rando e Pablo Margeon.

Gustavo Kiryla, além da pole position, ganhou as duas baterias da Shifter e pouco se importou com o mal tempo e as condições de pista, conquistando 18 segundos de diferença para Nathaniel Bueno, na segunda corrida. Bueno e Francisco Caliceti Neto encerraram a etapa em segundo e terceiro lugares na categoria, respectivamente. Na Sixpeed, Claudio Kiryla foi o campeão.

Gabriel Paiva, da categoria Júnior Menor, marcou a volta mais rápida no treino classificatório e teve boas disputas com Felipe dos Santos na primeira bateria. Com direito a “fechada de porta” e karts lado a lado na reta, Paiva levou a melhor e venceu, mas na segunda corrida, Felipe não deixou barato. Aproveitou-se do erro de Gabriel na largada e conquistou a vitória com sobras. Felipe Santos levou o troféu de campeão da etapa, com Paiva em segundo, Luis Trombini em terceiro, Mayke Naderer em quarto lugar e Bernandro Athayde na quinta posição do podium. Na Novatos, Leonardo Roth foi o vitorioso nas duas provas, e Henzo Caramori ficou com o segundo posto.

Os pequenos grandes pilotos das categorias Cadete e Mirim nem ligaram para o frio e sentaram a bota. Filipe Vriesman, de seis anos, era o "homem" a ser batido. Fez a pole na Geral e protagonizou disputas acirradas com pilotos da Cadete. Venceu as duas provas pela Mirim e subiu no lugar mais alto do podium, lageado por Augustos Toniolo e Davi Seibit. Na Cadete, Dudu Palu foi imbatível. Fez a melhor volta no classificatório e ganhou as duas baterias conquistando o primeiro lugar na etapa. Alfredinho Ibiapina foi o vice-campeão. Gabriel Malucelli, João Figueiredo e Romullo Ribas completaram as cinco posições do podium.  João Figueiredo foi o campeão da Cadete Rookie, classe destinada aos pilotos que fizeram a carteira da Cadete em 2018. Romullo Ribas encerrou em segundo lugar na classe, com Murilo Gobbi em terceiro, e Breno Ebrahim no quarto lugar.

Mesmo com três classes correndo ao mesmo tempo, o nome "Sênior" não está na nomenclatura da categoria à toa. Em duas corridas de cavalheiros, com alto nível de pilotagem, Danilo Chiaratti foi absoluto entre os 17 que entraram nas disputas. Ele fez o melhor tempo no classificatório, dominou as duas corridas do agregado e teve direito ao lugar mais alto do podium pela classe Sênior B, que ficou completo com as presenças de Leonardo Torres, segundo lugar, Gonçalo Allage, em terceiro, Rafael Mansur em quarto e Iuri Ziemer em quinto lugar. A soma do terceiro e sexto lugares na Sênior A deu a Lico Kaesemodel o troféu de campeão da 3ª etapa da Copa SPK. Mauro Carvalho, Fernando Scotti e Julio Conte, nesta sequência, completaram as posições no podium. Silvio Torres foi o piloto com a maior regularidade nas duas provas da Super Sênior. Obteve os pontos do primeiro lugar, seguido por Marcos Ramos, Carlos Gonzalez, Manoel Queiroz e Júnior Oliveira.

Na categoria Júnior Pedro Ebrahim fez a pole position e venceu as duas provas. Braian Fabrini ficou com a segunda posição, enquanto João Pedro Vilela levou o troféu de campeão pela Graduados.

Os 15 pilotos da categoria Feka, convidados dessa etapa, não deixaram por menos e fizeram um show a parte. O astro foi Nestor Ferens, que além abocanhar a pole position por mais de meio segundo de diferença para Leandro Ferreira, dominou de forma ampla as duas baterias. As disputas ficaram pela segunda, terceira, quarta e quinta posições do podium, que depois de muita “briga” nas duas provas foram ocupadas por Carlos Andrey Jr, Leandro Ferreira, Wevertton Marques e Wesley Piva.

Os campeões do Torneio de Inverno serão definidos pela pontuação desta 3ª etapa, somadas com a 4ª e 5ª rodadas programadas para setembro e novembro. A Super Final será disputada em dezembro, quando conheceremos os donos dos títulos da Copa Super Paraná de Kart.

A etapa teve o patrocínio da Intersept e ML Produções, com o apoio da Sanepar, WL Impressões e Auxiliar Serviços.
Leia Mais >>>

Senna, 4º, conquista seu melhor resultado em Le Mans

0 comentários
Foto: Divulgação/MF2
Alonso lidera dobradinha tranquila na vitória inédita da Toyota

SÃO PAULO – O pódio esteve próximo, mas o 4º lugar na 86ª edição da prova acabou se constituindo no melhor resultado de Bruno Senna em sete participações nas 24 Horas de Le Mans, disputada neste fim de semana no circuito do interior da França e encerrada com vitória do trio Fernando Alonso-Sébastien Buemi-Kazuki Nakajima. Foi a primeira vitória da Toyota no lendário desafio de resistência e com direito a dobradinha completada por Mike Conway-Jose Maria Lopez-Kamui Kobayashi.  Gustavo Menezes, Matias Beche eThomaz Laurent fecharam  o Top 3 da segunda etapa da supertemporada do Campeonato Mundial de Endurance – FIA WEC.

As expectativas de Bruno de chegar à frente entre as equipes privadas começaram a ser frustradas logo na largada, quando o alemão Andre Lotterer – com quem dividia o protótipo número 1 da Rebellion Racing ao lado do suíço Neel Jani – foi envolvido em toque e nem pôde tirar proveito do terceiro lugar no grid. O carro precisou ser levado aos boxes para reparos e deu início à enorme sucessão de problemas que foram minando as chances do trio. “Tivemos um monte de pepinos, especialmente com relação ao sensor do sistema de embreagem. Fomos perdendo tempo a cada parada e isso complicou nossa corrida”, explicou.

Bruno ainda deixou no ar a possibilidade de subir ao pódio, depois de entregar o carro a Jani na terceira posição em seu último turno de pilotagem depois de travar um longo combate com Menezes. Mas a porta do carro não fechou depois do pit stop e Jani foi obrigado a praticamente parar o carro na pista para resolver o problema, permitindo a ultrapassagem. A partir daí, com a situação agravada nas horas finais com a punição de duas passagens pelos boxes, tudo ficou ainda mais difícil.

O consolo de Bruno foi estabelecer a volta mais rápida depois das Toyota, que passearam por Le Mans graças a um regulamento que ainda não foi capaz de estabelecer o equilíbrio na principal divisão do WEC – a LMP1. O tempo de Bruno – 3m20s024 -, no entanto, foi três segundos pior que a volta mais veloz  das Toyota, o que comprova o ritmo superior e inalcançável dos carros da marca japonesa.

Márcio Fonseca (MTb 14.457)
Leia Mais >>>

Dupla Roncen/Sena conquista pódio em Guaporé

0 comentários
Foto: Gregori Dai Pra
O fim de semana frio na serra gaúcha se fez presente ne segunda etapa do Campeonato Gaúcho de Super Turismo, no Autódromo Internacional de Guaporé. Mesmo com temperaturas baixas o grid contou com mais de trinta carros. Na categoria TL a dupla de Caxias de Sul, Maicon Roncen e Luiz Sergio Sena Jr, fez um belo trabalho durante todo o final de semana.

Na sexta-feira, no final da tarde a dupla foi para o classificatório e garantiu a segunda posição de largada na categoria TL. Na prova Roncen/Sena fizeram uma boa corrida e lideravam a prova com uma certa vantagem sobre o segundo colocado, mas uma advertência eles perderem tempo nos boxes, o que deixou o Celta #197 com a segunda colocação na prova.

“Vinha liderando bem a prova, mas a penalização fez com que perdêssemos uma posição e acabamos em segundo, mas valeu, estamos felizes com o resultado, acho que ainda nos mantemos na liderança do campeonato”, salienta Roncen. Para Sena o resultado foi bom pensando no campeonato. ”Pensando bem foi um bom resultado, chegamos em segundo e são pontos importantes para o campeonato”, destaca o caxiense.

“Agora já começamos a pensar na próxima em Santa Cruz do Sul, lá queremos brigar para nos manter na liderança” finaliza Roncen.

Os atletas representam a Adesca e tem patrocínio da Segurança Vêneto, Matv Sul, Intelbras Trans Roncen.

LF Assessoria
Leia Mais >>>

<< Videos Youtube >>
______________________________


<< Fotos Instagram >>
______________________________