quinta-feira, 5 de novembro de 2020

Spinelli Racing usará últimos dias do Sertões como preparação para o Dakar 2020

0 comentários

Foto: Victor Eleutério

Guiga Spinelli e Youssef Haddad sofreram uma quebra na suspensão nesta quarta-feira (4), que impediu o Mitsubishi L200 Triton Sport Racing de seguir na disputa pelo título do Sertões

A dupla Guiga Spinelli e Youssef Haddad mostrou sempre muita velocidade e regularidade no Sertões 2020 entre os primeiros carros da categoria principal, mas nesta quarta-feira a dupla enfrentou um problema na suspensão, impedindo o Mitsubishi L200 Triton Sport Racing de seguir a última parte da especial e deixando distante também o sonho de um sexto título no Sertões aos dois competidores.

“Embora a equipe tenha trabalhado com muita garra e o maior empenho possível ao longo da noite, o tempo não foi suficiente para terminarmos o carro e usar todos os componentes que precisaríamos testar antes da largada da especial de hoje. Então, optamos por terminar o carro com calma e seguirmos esses próximos dias como um preparativo do carro para o Dakar em janeiro”, diz Guiga, que é patrocinado por BR Distribuidora com a marca Lubrax, iCarros, XP Investimentos, Mitsubishi Motors, Fairfax Seguradora, Protune, Dacar Motorsports e W.Truffi Blindados.

A caravana do Sertões saiu de Campos Belos (GO) na manhã desta quarta-feira (04) e avançou pelo estado do Tocantins, chegando nesta tarde em Palmas. Nesta quinta-feira (05), o maior rally das Américas estará ainda mais próximo do Maranhão, estado em que o Sertões termina neste sábado (07), em Barreirinhas.

“Nós estivemos sempre entre os três primeiros na especial desta quarta-feira, então foi uma pena que, faltando 100 km para acabar o trecho cronometrado, tivemos uma quebra de um componente da suspensão traseira direita. Agora saímos de Palmas e vamos fazer os últimos dois dias com bastante testes e treinos para seguirmos desenvolvendo nossa máquina para o Dakar”, diz Guiga.

Youssef Haddad, que esteve ao lado de Guiga no Sertões nas cinco conquistas da dupla (em três delas como navegador e em duas como engenheiro-chefe do carro), destacou a importância de usar estes dois dias como treino para o Dakar.

"Dois dias com areia serão ótimos testes para a Sport Racing, modelo que ainda está em desenvolvimento. Nunca é bom ficar sem largar uma especial, mas sem dúvidas era a melhor escolha para hoje", completou Youssef.

A largada do Sertões aconteceu no último dia 31, no Velocitta, em Mogi Guaçu (SP). O rally também passou pelos estados de Minas Gerais, Goiás e Distrito Federal, sendo que os competidores precisam cumprir mais de 4700 km para chegar ao final.

Deixe seu comentário