segunda-feira, 2 de novembro de 2020

Bruno Smielevski e Aldoir Sette superam condições climáticas e vencem no Império Endurance Brasil

0 comentários

Foto: Divulgação

Quarta etapa do campeonato foi realizada em Goiânia (GO) sob forte chuva no último sábado (31)

Dono de uma carreira vencedora no kartismo e também na Sprint Race, categoria em que fez sua estreia no automobilismo no ano passado, o catarinense Bruno Smielevski (Betha Sistemas) vem mostrando seu talento em outro segmento. E, depois de estrear com vitória na rodada anterior no Velopark, o piloto repetiu seu desempenho e, ao lado de Aldoir Sette, venceu mais uma vez no Império Endurance Brasil, o Campeonato Brasileiro de Endurance.

Em Goiânia, agora na 4ª etapa da competição, com duração de quatro horas, a dupla que pilota o MRX da equipe Sette Cars não conseguiu ir à pista nos treinos livres da quinta-feira (29/10). Sem nunca ter andado no circuito, Smielevski apostava nos treinos do dia seguinte para conhecer a pista, mas sua expectativa foi frustrada por um problema mecânico que obrigou os mecânicos a desmontar metade do carro.

“Perdemos praticamente todo o treino de sexta. O Aldoir conseguiu dar sete voltas e eu apenas duas voltas e, assim fomos direto para a tomada de tempos”, relembra Bruno Smielevski. Com todos os problemas enfrentados até então, a dupla obteve a 22ª posição na classificação geral e a última em sua divisão, a P3.

Divididos em quatro stints de uma hora cada, Smielevski e Sette enfrentaram, assim como todos os concorrentes, as duras condições climáticas, já que a chuva se fez presente durante as quatro horas de corrida. Mesmo assim, com um ritmo forte e consistente, a dupla foi ganhando posições e ainda no primeiro stint, com chuva leve, Aldoir Sette chegava à liderança na P3, posição em que Bruno Smielevski assumiu a pilotagem e manteve o MRX durante todo seu turno, já com chuva torrencial.

No terceiro stint, outra vez com Sette ao volante, a chuva aumentou muito sua intensidade, o que obrigou a Direção de Prova a suspender a corrida com bandeira vermelha. Depois de a chuva dar uma trégua, a prova foi retomada com o safety-car à frente do pelotão, momento em Smielevski reassumiu a pilotagem para cumprir o quarto e último stint.

Entretanto, a chuva aumentou sua força e, como a pista já não oferecia as mínimas condições de segurança necessárias, a Direção de Prova optou por encerrá-la antes do previsto. Desta forma, Bruno Smielevski (Betha Sistemas) e Aldoir Sette venceram mais uma vez na P3, terminando em 12º na classificação geral.

“Foi uma prova bastante difícil e tensa, pois guiar um carro potente como esse em pista molhada exige muita atenção e concentração”, revelou Bruno Smielevski ao final da cerimônia de pódio. “Conseguimos superar de forma muito positiva os problemas iniciais e, com um belo trabalho em equipe e uma pilotagem segura, tanto do Aldoir quanto minha, chegamos à liderança de uma forma rápida e acabamos vencendo mais uma vez”, finalizou o piloto de Criciúma (SC).

KG COM Assessoria de Comunicação
Erno Drehmer (MTb/RS 14.706)

Deixe seu comentário