terça-feira, 21 de julho de 2020

Restrição de acesso cria nova dinâmica para provas da Stock Car e pit stop reduzido

0 comentários
Foto: Duda Bairros
Rodada dupla deste final de semana terá estreia de novos carros da categoria após pouco tempo de testes; novo pit-stop será grande desafio para equipes na Stock Car

A temporada 2020 da Stock Car será iniciada neste final de semana em Goiânia e vários fatores tornam essa primeira rodada dupla imprevisível, como a nova geração de carros deste ano, que terá duas montadoras diferentes (Chevrolet e Toyota) no grid. Outro fator fundamental para as equipes será a confiabilidade do carro. Com apenas dois dias de treinos, um de pré-temporada e outro neste próximo sábado, os pilotos já vão para a primeira corrida no domingo.

“Um dos grandes objetivos das equipes na estreia será conseguir ter o carro confiável para todo o final de semana. Acredito que muitos terão problemas de freio e de temperatura no câmbio e motor. Acaba sendo um desafio parecido para todas as equipes, mas temos essa preocupação por conta da pouca quilometragem que tivemos para testar. Foram apenas três treinos de meia hora na pré-temporada, teremos duas sessões livres neste sábado e na sequência vamos para a classificação, além da corrida no dia seguinte”, diz Rodolpho, que é chefe da equipe RMattheis.

A RMattheis terá nesta temporada um dos grandes destaques da temporada passada. O paranaense Gabriel Casagrande, eleito piloto revelação em 2019 com uma vitória, duas poles e 7 pódios, fará sua estreia pela equipe em Goiânia. Casagrande, inclusive, fez a pole position e venceu a última etapa disputada em Goiás em novembro do ano passado.

“Tenho uma expectativa muito grande para estrear com a equipe RMattheis, que vai brigar pelas primeiras posições do grid. Estou bem confiante para esse início do campeonato, confio no trabalho do Rodolpho para chegarmos no final do ano disputando o título. Gostei do carro, ele ficou um pouco mais instável nas freadas, mas gostei da forma de pilotar. Ainda temos bastante coisa para melhorar, mas a primeira impressão foi boa. Ainda não sabemos a confiabilidade do carro, acredito que haverá surpresas mas vamos torcer para ir até o final. Ano passado venci em Goiânia, então quem sabe podemos repetir essa história”, diz Casagrande.

Uma das medidas tomadas pela organização da categoria em 2020 foi diminuir o número de pessoas nos autódromos. Além de realizar as corridas sem público nesse primeiro momento por questão de segurança, a Stock Car diminuiu o número de mecânicos no momento do pit-stop. Serão apenas quatro integrantes no trabalho de troca de pneus e reabastecimento, sendo que até ano passado eram seis nessa atividade.

“A dinâmica de corrida será diferente com o desgaste maior de pneus e teremos apenas uma troca obrigatória de pneu por corrida. O próprio mecânico que vai realizar o abastecimento será responsável por levantar o carro. Os outros três serão: o pistoleiro (pistola pneumática), o ‘encaixador’ de pneu e o último segura o sinalizador para liberar o carro. Será realmente quase uma corrida de regularidade nessa primeira prova”, diz Rodolpho.

A largada da Stock Car neste domingo será às 11h30 da manhã (horário de Brasília), com transmissão ao vivo do Sportv 2. O Sportv ainda exibirá o classificatório no sábado às 16h30.

Programação completa da Stock Car em Goiânia:

Sábado (25/07)
Shakedown - 8h00 às 8h15
Treino Livre 1 - 9h55 às 11h05
Treino Livre 2 - 12h35 às 13h45
Classificação - 16h30 às 17h00

Domingo (26/07)
Corrida 1 - 11h30 (30 minutos + uma volta)
Corrida 2 - 12h20 (30 minutos + uma volta)

Deixe seu comentário