segunda-feira, 1 de julho de 2019

Sérgio Sette leva Brasil ao alto do pódio na Áustria

0 comentários
Foto: Dutch Photo Agency
Chegou ao fim neste domingo (30) a sexta rodada do Campeonato Mundial de F-2. A corrida que marcou a metadde da temporada foi extremamente disputada e teve o brasileiro Sérgio Sette Câmara (YOUSE | BMG | MRV | CCR | CBMM | CEMIG | GASMIG | COPASA) como o grande vencedor.

A competição deste fim de semana foi disputada no Autódromo Red Bull Ring, na cidade de Spielber - Áustria, e contou com a participação de 20 pilotos.

Vindo de um resultado bastante positivo no GP da França o brasileiro chegou animado para as atividades deste fim de semana após ter passado por dois dias de preparação na sede da equipe, em LeMans - França.

Como sempre acontece a primeira atividade foi o único treino livre livre que foi realizado no início da tarde de sexta. Sette, com ajuda de seus engenheiros, procurou fazer alguns testes em busca do ajuste perfeito para o carro. Mesmo com o esforço de todos a melhor configuração não foi encontrada e, assim, com a marca de 1m15s083 ele ficou com a sexta posição.

O carro #5 da equipe DAMS voltou aos boxes e, em cerca de três horas, os engenheiros e mecânicos buscaram entender a deficiência que existia para que tudo ficasse pronto para a tomada de tempos. Esta sessão classificatória foi realizada cerca de três horas após o treino e, com a marca de 1m14s709, o piloto de Belo Horiozonte se clssificou apenas na nona posição.

"O carro estava bastante difícil de guiar. Saía de frente nas curvas de baixa e, principalmente, saía muito de traseira nas curvas de alta. Fiquei até surpreso de ter feito o nono tempo porque, sinceramente, nõ achamos um balanço ideal. Confio muito no trabalho do time e, certamente, eles irão me entregar um carro competitivo para as corridas", comentou o jovem mineiro após a qualificação.

CORRIDAS DE ARREPIAR

A primeira prova do fim de semana foi disputada no fim da tarde de sábado. Sérgio, após uma boa largada, pulou para o sexto lugar, mas, ainda na primeira curva, voltou ao sétimo posto, ao evitar um toque no concorrente à sua frente. Em uma prova muito bem planejada o piloto foi rápido nos primeiros giros e, com isso, não demorou a atacar seus adversários. No afã de ganhar o máximo de posições possíveis, na sexta volta, Sette acabou dando um pequeno toque em seu companheiro de equipe fazendo-o rodar. Nicholas Latifi, rapidamente voltou a pista e Sérgio, logo em seguida, foi informado de uma penalização de cinco segundos pela direção de provas. Com um carro veloz o piloto brasileiro seguiu sua corrida e, duas voltas depois, fez o seu pit-stop obrigatório retornando à pista no 13º lugar. O brasileiro, entre as voltas de 10 a 30, imprimiu um ritmo forte, porém, um pouco distante dos adversários, conseguiu poupar bastante os pneus de composto macio. Assim, nas dez últimas voltas, o brasileiro acelerou de forma impressionante. Com a marca de 1m18s209 ele registrou a volta mais rápida da corrida, conseguiu ultrapassar vários concorrentes e, ao final das 40 voltas, recebeu a bandeirada na terceira posição. Porém, com os cinco segundos de "time-penalty", acabou ficando com a sexta posição.

No domingo, seguindo a regra de inversão do grid entre os oito primeiros do sábado, Sette Câmara partiu do quarto lugar. Com um carro que se mostrou extremamente rápido na primeira corrida o piloto largou confiante. Após boa partida Sérgio seguiu na cola de seus adversários e, ainda na segunda curva, pulou para o terceiro lugar. Com um bom ritmo o brasileiro esperou o momento certo para atacar e, com sete voltas completadas, assumiu a liderança. A partir daquele momento ele passou a ser perseguido de perto por Louis Deletraz, que o pressionou até a 20ª volta, quando ele acabou batendo na barreira de pneus. Esse acidente ocasionou a entrada do Safety-Car que permaneceu por três voltas na pista. Na relargada, em excelente manobra, Sérgio conseguiu abrir um pouco dos demais concorrentes e, nas três últimas voltas, andou em ritmo de classificação para comemorar a sua segunda vitória na F-2.

"Foi um fim de semana que começou com a minha pior posição de largada do ano e terminou comigo comemorando a vitória. Nosso carro tinha um ritmo de corrida excelente e, com isso, consegui me recuperar muito bem na corrida de ontem e, hoje, novamente, fui muito rápido. Ontem tive um toque com meu companheiro de equipe, completamente involuntário, ao qual prejudiquei e me desculpei com ele e com o time inteiro. Hoje, meu ritmo era bastante veloz, mas, foi uma corrida difícil, porque tive pressão durante todo o tempo. Tinham quase dois anos que eu não ganhava uma corrida e estou muito feliz com esta vitória. Pelo segundo fim de semana seguido fomos muito competitivos, fiz 27 pontos para o Campeonato e espero continuar nessa ascendente na próxima rodada, em Silverstone", concluiu o brasileiro.

Assessoria de Comunicação do piloto Sérgio Sette Câmara
Quick Comunicação e Marketing

Deixe seu comentário