segunda-feira, 18 de fevereiro de 2019

Khodair e Hahn acertam com a Teo Martin e disputam a GT Open 2019 a bordo da nova McLaren 720s

0 comentários
Foto: Divulgação
Allam Khodair e Marcelo Hahn são os mais novos pilotos da tradicional equipe Teo Martin na GT Open. Os brasileiros que competem na PROAM e foram destaque da competição do ano passado ao se tornarem a primeira dupla da categoria a vencer uma corrida na Overall (o feito foi realizado na etapa da Hungria) irão acelerar pela equipe espanhola na temporada 2019 a bordo da novíssima Mclaren 720s GT3. O  carro  foi lançado no ano passado e contou inclusive com uma edição limitada em homenagem a Ayrton Senna, que conquistou três títulos mundiais de F1 a bordo da McLaren.

“Para qualquer piloto brasileiro da minha geração, a McLaren é um ícone e, por isso, disputar esta temporada a bordo desta máquina será a realização de um sonho. A Teo Martin é uma grande equipe, o Marcelo está na sua melhor forma e, sem dúvida, brigaremos pelo título essa temporada”, afirmou Khodair. “Também estou muito feliz com a oportunidade de disputar mais uma temporada ao lado do Marcelo. Este será nosso terceiro ano juntos na GT Open. Ele evoluiu muito dentro da categoria ao longo deste período e, por isso, sinto que este ano estaremos mais fortes”, completou o Japonês Voador.

Ícone na F1 até meados dos anos 90, a McLaren começou a fabricar modelos superesportivos em 2011. Entre as principais características do seu mais novo modelo, o 720s, estão o peso – 1.283kg, quase 100 quilos a menos do que a versão anterior –, e o conjunto mecânico. Equipada com um motor V8 biturbo de 720cv, chega em 100km/h em menos de 3 segundos, atinge os 200km/h em menos de 8 segundos e tem velocidade máxima registrada de 340km/h.

As freadas a bordo do 720s também prometem ser agressivas.  para frear de 200 km/h a zero, o 720S só precisa de 4,6 segundos e 117 m. De 100 km/h a zero, são 2,8 segundos e 29,7 metros.

O primeiro contato da dupla com a McLaren 720s acontecerá neste final de semana, durante os treinos de pré-temporada, em Paul Ricard, na França. Hahn, que trás no currículo duas vitórias no circuito francês a bordo do modelo Mercedes AMG GT3 e foi terceiro colocado na PROAM em 2018, está ansioso para voltar a acelerar.

“Estou muito confiante e muito feliz em poder disputar este campeonato por uma equipe de ponta, como a Teo Martin, a bordo de um dos carros mais competitivos do grid. Será uma honra promover a estreia deste carro na GT Open”, disse o piloto.

“Brigamos muito pelo título no ano passado, mas alguns problemas na reta final da temporada acabaram nos tirando a chance de vencer o campeonato, acabamos ficando em terceiro lugar na categoria ProAm. Agora, mais experientes, com um novo carro e um nova equipe, estaremos ainda mais fortes nesta disputa”, completou Hahn, que vai para a sua terceira temporada na GT Open.

Este será o 12º ano consecutivo em que Marcelo Hahn tem Allam Khodair ao seu lado na disputa de um campeonato de GT. Juntos, os brasileiros já disputaram uma série de torneios dentro e fora do Brasil, com destaque para o título sul-americano de GT, conquistado em 2013 a bordo de uma Lamborghini Gallardo. A dupla tem patrocínio da Blau Farmacêutica, tradicional incentivadora do automobilismo brasileiro e que também conta com uma equipe própria na Stock Car, é fornecedora oficial de medicamentos da categoria e ainda tem sua marca no carro do jovem piloto Christian Hahn, que disputa a Euroformula Open

Deixe seu comentário