terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

Gabriel Bortoleto teve recuperação surpreendente na Winter Cup

0 comentários
Foto: Divulgação
Piloto brasileiro recuperou 55 posições ao longo da competição

O piloto brasileiro Gabriel Bortoleto (Americanet | CRG) teve neste fim de semana o seu primeiro desafio oficial na temporada 2019. No conhecido Kartódromo de South Garda, na Itália, o jovem brasileiro disputou a 24ª edição da Winter Cup.

Pela categoria OK o piloto segue competindo pela equipe oficial da fábrica CRG e utiliza motores IAME. Após uma semana de intensos treinos o time que tem sua sede nas proximidades do circuito chegou animado para as disputas deste primeiro compromisso do ano.

Infelizmente, porém, principalmente motivada pelas baixas temperaturas, Bortoleto e a sua equipe não conseguiram encontrar um acerto ideal para o kart nos treinos livres. Para piorar, na tomada de tempos, o motor do kart #234 travou na segunda volta deixando o piloto brasileiro apena com o 64º tempo dentre os 70 inscritos.

“Fiquei muito chateado. Trabalhamos duro e, uma posição ruim na tomada, me faz largar do fim do pelotão em todas as corridas classificatórias”, comentou decepcionado o piloto.

De cabeça erguida e confiante em seu talento e na competência de sua equipe em lhe oferecer um kart rápido, Bortoleto seguiu para as classificatórias. Largando sempre da 32ª posição ele mostrou todo o seu potencial. Na primeira prova, no confronto CxD, ele chegou em 16º. Na disputa AxD ele foi o 24º e, no BxD, chegou em 20º. No somatório das classificatórias Bortoleto ficou com o 35º lugar ficando, assim, no grid da Super Heat A (Pré-Final).

Muito animado o jovem paulista de 14 anos seguiu para a Final em 33º lugar confiante em fazer nova prova de recuperação. Após boa largada e com uma postura arrojada o piloto da CRG fez grandes ultrapassagens. Em uma corrida de 18 voltas ele superou nada menos que 24 concorrentes e recebeu a bandeirada no Top10, em um comemorado nono lugar.

“Normalmente eu não iria comemorar um nono lugar, afinal de contas, nem no pódio eu fui. Mas, depois de ficar em 64º na tomada de tempos, terminar em nono depois de cinco corridas foi, de verdade, muito bom. Tivemos problemas de acerto nos treinos e, no decorrer das provas, conseguimos chegar a um kart perfeito nas baterias finais. Estou muito confiante para os próximos desafios”, comentou o piloto oficial da equipe CRG.

Assessoria de comunicação do piloto Gabriel Bortoleto
Quick Comunicação e Marketing
Jornalista Responsável: Flávio Quick

Deixe seu comentário