quinta-feira, 5 de maio de 2016

Endurance: consumo de pneus assusta Senna nas 6 Horas de Spa

0 comentários
Foto: Shivraj Gohil/MF2
Grid da segunda etapa do Campeonato Mundial será definido nesta sexta-feira

Defendendo a liderança do campeonato de pilotos ao lado dos companheiros Filipe Albuquerque e Ricardo Gonzalez, depois da vitória na abertura do Mundial de Endurance no mês passado em Silverstone, Bruno Senna deixou hoje os ensaios iniciais das 6 Horas de Spa-Francorchamps preocupado com o consumo de pneus no veloz traçado belga. "Os tempos estão subindo até 3,5 segundos do começo para o fim do stint. E olha que a nossa degradação nem é das mais elevadas da categoria", disse o brasileiro, que corre com o Ligier JS P2-Nissan da RGR Sport by Morand.

A equipe mexicana minimizou os resultados do primeiro combate entre os protótipos da classe LMP2 - Bruno fez o 9º tempo entre os 12 carros e virou 1,2 segundo acima da melhor marca, registrada por outro brasileiro, Pipo Derani, com um modelo semelhante da Extreme Speed Motorsport. "Nossa proposta era fazer uma série longa de voltas para analisar o comportamento dos pneus Dunlop, que passaram por uma modificação neste ano e precisam ser melhor avaliados em cada circuito. Por isso, nem fui muito agressivo com meu jogo de pneus novos", explicou.

O grid da segunda etapa será conhecido amanhã, depois da sessão classificatória marcada para as 11h40 (Brasília). Até lá, incluindo o terceiro e último treino livre do período da manhã na Bélgica, Bruno, o português Albuquerque e o mexicano Gonzalez continuarão trabalhando no acerto do carro. "Spa é uma pista singular. Corremos com bem menos pressão aerodinâmica do que em Silverstone. Não é fácil encontrar as regulagens num circuito longo, com sete quilômetros de comprimento, curvas rápidas, trechos em subida e declives. Os pneus sofrem bastante aqui", lembrou Bruno.

Márcio Fonseca (MTb 14.457)
Tel. (11) 99434-2082

Deixe seu comentário