quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

Após testes para 24 Horas de Daytona, Augusto Farfus comenta performance da nova BMW M6 GTLM

0 comentários
Foto: Divulgação BMW
Brasileiro fará sua quinta participação na tradicional prova de longa duração no fim do mês, e está confiante em brigar novamente pela vitória. Em 2015, Farfus foi vice-campeão com a mesma formação que correrá neste ano

Augusto Farfus começou o ano de 2016 da forma que os pilotos mais gostam: acelerando. No último fim de semana, entre os dias 8 e 10 de janeiro, o brasileiro participou do 'The Roar Before Rolex 24', evento de treinos oficiais para as 24 Horas de Daytona. Pela equipe Rahal Letterman Lanigan Racing, Farfus dividiu a condução do carro #25 com o norte americano Bill Auberlen, o alemão Dirk Werner e o canadense Bruno Spengler, a bordo da nova BMW M6 GTLM, e provou o bom desempenho do novo modelo da montadora bávara.

O quarteto, que em 2015 foi vice-campeão da tradicional prova de longa duração, com uma diferença de menos de 1 segundo para o vencedor, mostrou que novamente vai brigar pelas primeiras posições. Eles chegaram a liderar uma das sessões de treino no Daytona International Speedway entre os carros da categoria GT Le Mans (GTLM), e mantiveram um ritmo competitivo durante todas as atividades, nas quais o objetivo principal era testar a confiabilidade do carro e buscar um bom equilíbrio para a corrida.

As 24 Horas de Daytona são conhecidas como uma das mais exigentes provas de 24 horas do calendário mundial, especialmente pelas características do circuito localizado na Florida, que compreende trechos do circuito oval e também do misto, e conta com diversas curvas bem inclinadas, os famosos bankings. Apesar dos desafios, Farfus ficou satisfeito com a performance da nova BMW M6, que substitui o modelo Z4 em competições de Gran Turismo a partir desse ano.

A corrida está marcada para o último sábado de janeiro, dia 30, sendo que os treinos têm início na quarta-feira (27). Essa será a quinta participação do brasileiro na prova.

Já no DTM, em que Augusto Farfus disputará sua quinta temporada na categoria, a primeira etapa acontece apenas entre os dias 6 e 8 de maio, em Hockemheim, na Alemanha.

Augusto Farfus:

"Os treinos em Daytona foram muitos bons, e a BMW M6 GTLM, que é um carro relativamente novo, ainda em fase de desenvolvimento, se comportou muito bem nesta pista, que tem características bem especiais, em função das todas essas curvas inclinadas, em alta velocidade. Não tivemos nenhum grande problema, conseguimos achar um bom equilíbrio para o carro, lideramos algumas sessões, sempre andamos entre os primeiros, e agora cabe a nós prepararmos bem o carro para as 24 Horas, focar na corrida. Ano passado, perdemos por menos de 1 segundo depois de 24 horas. Daytona é uma corrida sempre muito apertada, muito disputada, mas acreditamos que nosso carro tem um bom ritmo de prova, e vale agora torcer e trabalhar para que o carro mantenha essa performance durante toda a prova. Essa é uma das 24 horas mais duras do calendário mundial, em função de percorrermos muitos quilômetros com o carro inclinado nesses bankings, o que acaba exigindo ainda mais do carro. Temos um conjunto de pilotos e equipe muito forte também, então saio dos testes extremamente confiante e feliz com o que o carro e nós apresentamos. Agora, vamos voltar para casa, descansar e vir com carga total para a corrida no fim do mês."

Deixe seu comentário