sexta-feira, 13 de novembro de 2015

29ª Cascavel de Ouro ganha destaque no “Oscar do automobilismo”

0 comentários
Foto: Rafael Munhoz
Vencedores da corrida mais tradicional do Paraná são premiados em São Paulo na cerimônia de gala do Capacete de Ouro de 2015

Pilotos, dirigentes e personalidades de destaque nas várias modalidades nacionais de automobilismo integraram na noite da última quarta-feira (11) em São Paulo a festa de premiação do Capacete de Ouro. O evento é promovido anualmente pela revista “Racing” desde 1997 e premia, a partir da votação de jornalistas e especialistas, os principais destaques da temporada no kart, rali e nas inúmeras séries nacionais de automobilismo.

As ações do Capacete de Ouro transcorreram no Espaço do Bosque e deram destaque à 29ª edição da Cascavel de Ouro, realizada no Autódromo Zilmar Beux, em Cascavel, no dia 25 de outubro. Parceria da Motorpress Brasil, editora da “Racing”, com o Automóvel Clube de Cascavel viabilizou a entrega dos troféus aos primeiros colocados na prova na festa de gala, considerada no meio esportivo como o “Oscar do automobilismo”.

No palco do Capacete de Ouro, a prova cascavelense foi representada por Juraci Massoni, presidente do Automóvel Clube de Cascavel, pelo prefeito Edgar Bueno, pelos pilotos Ângelo Giombelli e Pedro Muffato, pelo ex-piloto e vice-presidente da Confederação Brasileira de Automobilismo, Milton Sperafico, e pelos pilotos Natan e Ricardo Sperafico. Os primos pilotaram um Ford Ka nas quatro horas de corrida e conquistaram a vitória.

Giombelli recebeu o troféu Cascavel de Prata representando os pilotos Marlon Bastos e Júnior Caús, que terminaram a Cascavel de Ouro em segundo lugar com um GM Celta. A Cascavel de Bronze, conquistada pelo trio Leônidas Fagundes/Vinicius Fagundes/Guilherme Sírtoli com um Fiat Palio, foi recebida simbolicamente por Sperafico. Massoni comandou a premiação aos campeões e manifestou o momento positivo do automobilismo de Cascavel.

“Eu me senti honrado vendo os nossos pilotos serem premiados em um evento tão importante quanto o Capacete de Ouro, em que estavam reunidos os melhores pilotos brasileiros. Foi emocionante”, definiu. “Ali estavam pessoas que escreveram as principais páginas da história do automobilismo brasileiro, acho que a presença da Cascavel de Ouro em um evento como esse foi algo inédito para o automobilismo do Paraná. Perdeu quem não foi”.

Ricardo Sperafico destacou a valorização à vitória. “A corrida em si já foi mais que especial. Receber o troféu em São Paulo, mais ainda. Subir ao palco num lugar cheio de gente importante do automobilismo deu mais importância à Cascavel de Ouro”, falou. Natan concordou. “Somou muito recebermos o troféu em meio a tanta gente famosa. Ver Nelson Piquet, Emerson Fittipaldi, Roberto Pupo Moreno e Helio Castroneves aplaudindo uma vitória sua não tem preço”.

Grelak Comunicação
(45) 3037-6667

Deixe seu comentário