quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Treinos extraoficiais abrem preparação do Moto 1000 GP em Santa Cruz do Sul

0 comentários
Foto: William Inácio
Pilotos e equipes vão à pista já nesta quinta-feira, véspera do início da programação da sétima etapa do Brasileiro de Motovelocidade

Os torcedores gaúchos voltarão acompanhar, no último fim de semana de outubro, as disputas do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade. A sétima e penúltima etapa da temporada de 2015 do Moto 1000 GP terá suas corridas neste domingo (25) no Autódromo Internacional de Santa Cruz do Sul. Mais de 80 pilotos estarão envolvidos com a disputa por pole positions e vitórias nas categorias GP 1000, GP 600, GP Light e GPR 250.
Única etapa gaúcha no calendário do Moto 1000 GP, o GP Santa Cruz do Sul definirá os candidatos ao título em cada uma das categorias que formam o Brasileiro de Motovelocidade. A expectativa gerada pelo momento decisivo do campeonato levou maioria dos participantes a aderirem, também, ao dia de treinos extraoficiais, que não integram a programação da etapa. As sessões preparatórias no circuito gaúcho serão disputadas nesta quinta (22).

Santa Cruz do Sul recebeu o Moto 1000 GP pela última vez em 23 de novembro de 2014, também para a penúltima etapa. Na categoria GP 1000 a vitória foi de Matthieu Lussiana, da BMW Motorrad Petronas Racing. Na GP Light o vencedor foi o paulista Rodrigo di Benedictis, pela Motonil Motors. A GP 600 marcou a vitória do argentino Juan Solorza, da Solorza Competicion. Lucas Torres, paulista do Team Estrella Galicia, ganhou na GPR 250.

Os treinos classificatórios de sábado (24) e as provas de domingo serão transmitidas ao vivo pelo canal do Moto 1000 GP no YouTube, indicado no site moto1000gp.com.br. O GP Santa Cruz do Sul será transmitido também pelos canais Bandsports e Esporte Interativo e pela Band Internacional, a partir das 12h30. Com duração de uma hora e meia, a transmissão contemplará a íntegra da GP 600 e da GP 1000 e VTs compactos da GP Light e da GPR 250.

GP SANTA CRUZ DO SUL – MOTO 1000 GP
(Os horários de treinos e corridas do Brasileiro)
Sexta-feira, 23 de outubro
11h05 – primeiro treino livre da GPR 250 (25 minutos)
11h35 – primeiro treino livre da GP 600/GP 600 Evo (25 minutos)
12h05 – primeiro treino livre da GP 1000/GP 1000 Evo (25 minutos)
12h35 – primeiro treino livre da GP Light (25 minutos)
13h05 – segundo treino livre da GPR 250 (25 minutos)
13h35 – segundo treino livre da GP 600/GP 600 Evo (25 minutos)
14h05 – segundo treino livre da GP 1000/GP 1000 Evo (25 minutos)
14h35 – segundo treino livre da GP Light (25 minutos)
15h05 – terceiro treino livre da GPR 250 (25 minutos)
15h35 – terceiro treino livre da GP 600/GP 600 Evo (25 minutos)
16h05 – terceiro treino livre da GP 1000/GP 1000 Evo (25 minutos)
16h35 – terceiro treino livre da GP Light (25 minutos)
Sábado, 24 de outubro
8h55 – quarto treino livre da GPR 250 (25 minutos)
9h25 – quarto treino livre da GP 600/GP 600 Evo (25 minutos)
9h55 – quarto treino livre da GP 1000/GP 1000 Evo (25 minutos)
10h25 – quarto treino livre da GP Light (25 minutos)
11h00 – treino classificatório Q1 da GPR 250 (20 minutos)
11h30 – treino classificatório Q1 da GP 600/GP 600 Evo (20 minutos)
13h10 – treino classificatório Q1 da GP 1000/GP 1000 Evo (20 minutos)
13h40 – treino classificatório Q1 da GP Light (20 minutos)
14h10 – treino classificatório Q2 da GPR 250 (10 minutos)
14h30 – treino classificatório Q2 da GP 600/GP 600 Evo (10 minutos)
14h50 – treino classificatório Q2 da GP 1000/GP 1000 Evo (10 minutos)
15h10 – treino classificatório Q2 da GP Light (10 minutos)
Domingo, 25 de outubro
8h20 – warm up da GP Light (10 minutos)
8h40 – warm up da GPR 250 (10 minutos)
9h00 – warm up da GP 600/GP 600 Evo (10 minutos)
9h20 – warm up da GP 1000/GP1000 Evo (10 minutos)
10h20 – largada da GP Light (14 voltas)
11h20 – largada da GPR 250 (10 voltas)
12h30 – largada da GP 600/GP 600 Evo (14 voltas)
13h25 – largada da GP 1000/GP 1000 Evo (16 voltas)

As motocicletas do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade utilizam a gasolina Petrobras Podium e o lubrificante Lubrax Tecno Moto. A Petrobras e a Lubrax patrocinam a competição ao lado da Michelin, que fornece seus pneus de competição a todas as equipes inscritas. O Moto 1000 GP também conta em 2015 com o apoio de Beta Ferramentas, MSR Macacões Personalizados, Puig, Servitec, LeoVince, Shoei e Tutto Moto.

Grelak Comunicação
(45) 3037-6667

Deixe seu comentário