quarta-feira, 21 de outubro de 2015

José Duarte faz treino preparatório antes de encarar pista gaúcha

0 comentários
Foto: Robério Lessa
Piloto Cearense participou de track day e treinou forte na pista do Autódromo Virgílio Távora

Finalmente o piloto cearense José Duarte (Blinclass/Capacetes Shark/Instituto Le Santé/Câmeras Replay/Macacões MSR), entrou na pista do Autódromo Internacional Virgílio Távora para fazer um treino antes de encarar uma etapa do Campeonato Brasileiro de Motociclismo, o Moto 1000 GP, que chega à sua sétima e penúltima corrida da temporada 2015, neste domingo (25) em Santa Cruz do Sul (RS).

Aproveitando a realização do Track Day Motos 2015 no último domingo, no Autódromo Internacional do Eusébio (CE), a jovem promessa do motociclismo cearense andou por duas horas e meia ao todo com sua Honda número 97 no traçado de 3.000 metros que foi limitado por cones devido ao tipo de evento no qual Duarte foi um dos monitores, emprestando sua experiência aos que buscam melhorar a pilotagem no dia a dia das ruas, avenidas e estradas.

"Estou contente por poder andar muito aqui hoje. A pista foi preparada com barreiras na linha dos 150 metros da freada ao final da reta dos boxes para a Curva do Desespero, na entrada da Curva Fernando Ary e na reta oposta, mas o miolo, com suas cinco curvas, mais a última curva (Curva Dirce), pude exigir bem da moto. Saio exausto, mas com a certeza de que essa preparação vai ser muito importante", avaliou.

Terceiro colocado na classificação-geral da categoria GPR 250, o cearense revela que não gosta muito da pista gaúcha, mas adverte que isso não pode ser tido como impeditivo de alcançar um bom resultado. No Autódromo Internacional de Santa Cruz, Duarte vai encontrar uma pista um pouco maior em extensão que a cearense. São 3.531 metros de um traçado que combina curvas de alta, média e baixa velocidade, perfazendo um total de 14 curvas.

"De fato eu não gosto da pista, mas isso só aumenta minha responsabilidade em ter de assimilar seu traçado. Outros pilotos também enfrentam alguma dificuldade certos pontos, mas preciso pensar na minha tocada. Vou fazer o que tenho feito nesses dias, vendo e revendo a gravação da corrida na câmera on board e a transmissão da etapa de 2014. Não há nada impossível, e essa palavra eu já risquei do meu vocabulário há muito tempo", completou o atleta que tem mostrado-se determinado a alcançar bons resultados nas derradeiras etapas deste ano.

As atividades na pista gaúcha tem início na manhã de sexta (23) com a realização da primeira sessão de treinos livres, sendo três ao longo o dia. No sábado (24), pela manhã, os pilotos da GPR 250 tem mais uma prática de treino livre antes das duas sessões (Q1 e Q2) de treinos classificatórios para formação do grid de largada. No domingo (25), acontece o treino de aquecimento, o warm up, e, às 11h 50min tem início a largada para as 10 voltas da sétima etapa da competição.

Classificação do campeonato da GPR 250, após seis etapas:
1º) Ton Kawakami, 124 pontos
2º) Brian David, 112 pontos
3º) José Duarte, 81 pontos
4º) Guilherme Brito, 79 pontos
5º) Rafael Traldi, 58 pontos
6º) Diogo Moreira, 56 pontos
7º) Meikon Kawakami, 37 pontos
8º) Felipe Gonçalves, 34 pontos
9º) Indy Monoz, 29 pontos
10º) Gustavo Gil, 24 pontos

Texto e Fotos: Robério Lessa

Deixe seu comentário