quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Gabriel Paturle terminou em quinto no Sul-Americano de Kart

0 comentários
Foto: Olly Junior
Pela Copa Brasil piloto de Belo Horizonte foi tirado na bateria final

Terminou no último sábado (17) a edição 2015 do Campeonato Sul-Americano de Kart, bem como, a 17ª edição da Copa Brasil de Kart. Quase 270 pilotos participaram do evento que foi disputado no Kartódromo RBC Racing, na grande Belo Horizonte, e teve o mineiro Gabriel Paturle (BRAVAR / AMG / Quake2) competindo nas categorias Júnior (Copa) e Sudam Júnior (Sul-Americano).

Cumprindo sua jornada dupla o piloto teve muito trabalho, principalmente levando-se em conta o escaldante calor que assolou a região metropolitana mineira durante toda a semana. Contando com o incansável suporte dos mecânicos Anderson e Bidu o piloto de 15 anos desenvolveu uma grande atuação em ambas as competições e, desde os primeiros treinos, esteve sempre entre os mais velozes.

Sudam Júnior - Um troféu para ser guardado
Com o tempo de 52s697 Paturle ficou nesta classe apenas com a 11ª colocação na tomada de tempos. Ciente do grande desafio que tinha pela frente o piloto seguiu para as corridas classificatórias em busca de recuperação. Em ambas as baterias ele finalizou na oitava colocação, seguindo então para a final com um lugar garantido na quarta fila do grid. Na última e decisiva corrida, mesmo com um kart com sérios problemas de rendimento do motor, o piloto conseguiu superar mais três concorrentes e, com isso, terminou a competição no quinto lugar, assegurando um lugar no pódio.

Copa Brasil - Acidente tirou as chances na corrida final
Na tomada de tempos desta categoria Paturle conseguiu um destaque maior e, mesmo com desvantagem de 4 décimos em relação ao mais veloz, ele conseguiu se assegurar no sexto lugar.

Na primeira classificatória, em uma corrida muito cerebral, Gabriel manteve-se em sua posição inicial e recebeu a bandeirada na sexta posição. Na segunda classificatória, com muita garra, Paturle conseguiu se recuperar ainda mais e recebeu a bandeirada na quarta posição. Na final, partindo do primeiro pelotão, o piloto da casa queria buscar o título. Nas primeiras curvas ele conseguiu se segurar na pista e, na entrada do miolo, era o quarto colocado quando, de repente, teve seu kart atingido em cheio por um concorrente e, com o eixo empenado, foi obrigado a abandonar a corrida.

"Não posso dizer que tive uma competição satisfatória. Tive problemas de potência em meu kart durante todas as atividades, nas duas categorias e, com isso, era impossível acompanhar o ritmo dos primeiros colocados. Se não fosse a força de vontade e garra dos meus mecânicos, certamente, os resultados seriam ainda piores. Para completar minha insatisfação, acho que o cara que bateu em meu kart na primeira volta da final da Júnior não tinha capacidade para estar ali. Tínhamos 25 voltas pela frente e ele, simplesmente, se jogou em cima do meu kart. Uma pena. O troféu de quinto no Sul-Americano, infelizmente, não vai apagar os maus momentos que passamos esta semana", desabafou o piloto de 15 anos.

Assessoria de comunicação do piloto Gabriel Paturle
Jornalistas Responsáveis: Flávio Quick e Fabiola Cadar
Quick Comunicação e Marketing
Fone: +5531 9955-1420
E-mail: quick@quickcomunicacao.com.br

Deixe seu comentário