quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Gabriel Crepaldi tem trabalho de quatro anos recompensado com título da Copa Brasil e Sul-Americano

0 comentários
Foto: Erno Drehmer
Conquistas são, basicamente, um resumo da dedicação, talento e perseverança do piloto paulista

Esforço, talento e dedicação são ingredientes essenciais na receita de um piloto campeão. Em quatro anos de carreira, esses ingredientes sempre estiveram presentes em Gabriel Crepaldi (ArteMídia), piloto paulista de apenas 11 anos. Títulos nacionais estiveram sempre muito próximos, mas acontecimentos inesperados acabaram adiando a comemoração. Desta vez, porém, tudo foi muito diferente.

Duas vezes campeão do Super Kart Brasil em 2015 e duas vezes vice-campeão brasileiro e da Copa das Federações, Crepaldi disputou na última semana a 17ª Copa Brasil e o Campeonato Sul-Americano de Kart, em Vespasiano (MG), no Kartódromo RBC Racing. Animado por sua ótima performance no último Campeonato Brasileiro, quando saiu da 34ª posição para terminar em 2º lugar - e com o vice-campeonato -, Crepaldi, sempre apoiado pela fabricante de chassis Birel Sudam, chegou confiante em disputas o título.

Conhecedor do traçado do RBC Racing, pois já havia competido lá em quatro outras oportunidades - em uma delas perdeu o título da Copa Brasil a uma curva da bandeirada em razão de um toque de outro concorrente -, Gabriel tinha ótimas expectativas de conquistar o título nacional que perseguia a quatro anos.

Nos treinos oficiais o piloto e sua equipe, a Alex Racing, não conseguiram encontrar o acerto ideal para o equipamento. A pista recapeada, diferente das últimas vezes em que correu naquele kartódromo, e motores com fraco rendimento atrapalharam o trabalho inicial da equipe e do piloto e, assim, o 10º lugar nos treinos foi o melhor resultado obtido por "Biel" Crepaldi, como também é conhecido.

A situação mudou radicalmente no último treino da quarta-feira e na quinta, com um motor melhor, o acerto definido e Gabriel novamente adaptado ao traçado, o piloto chegou a estar em segundo na tomada de tempos, mas foi atrapalhado nas duas últimas voltas, não conseguiu melhorar seu tempo e terminou em 8º.

Depois de duas provas classificatórias muito disputadas e equilibradas, como é comum na Cadete, Gabriel Crepaldi conquistava o direito de largar na primeira fila da grande Final. Assim, as chances aumentavam e, com a estratégia de largar sem se envolver em confusões, a prova decisiva começava em Vespasiano. Crepaldi caiu para 4º na primeira volta, mas logo tratou de recuperar o terreno perdido e, com boas ultrapassagens, assumia a vice-liderança.

Lutando pelo segundo lugar, já que o líder havia aberto boa diferença em poucas voltas, Crepaldi vivia as disputas em um pelotão composto por três pilotos, que logo ficaria resumido em apenas dois, Biel e Pedro Aizza. Porém, sem chances de "encostarem" no líder, que estava mais rápido, restou aos dois pilotos lutarem pelo vice-campeonato.

Porém, na vistoria pós-prova foi constatada uma irregularidade técnica no kart do vencedor, que causou sua desclassificação. Com isso, Gabriel Crepaldi (ArteMídia) foi declarado campeão da Copa Brasil e Sul-Americano, afastando de vez a má sorte e os acontecimentos anteriores, permitindo-lhe assim comemorar a conquista de dois títulos, um nacional e um internacional.

"Fazem quatro anos que perseguíamos um título desses. Agora vieram dois", comemora Alexandre Crepaldi, pai de Gabriel. "As conquistas são, basicamente, um resumo da dedicação, talento e perseverança do Biel. É a confirmação do trabalho duro, das escolhas e dos sacrifícios feitos por ele, pela família e pela Alex Racing. E é também resultado da energia positiva de todos que nos apoiam e torcem por ele", finaliza, emocionado.

KG COM Assessoria de Comunicação
Erno Drehmer (MTb/RS 14.706)
Rua Lidovino Fanton, 224
Sapucaia do Sul / RS - 93228-160
Tel. + 55 51 3452 2113
www.kartgaucho.com.br

Deixe seu comentário