segunda-feira, 6 de julho de 2015

Brasileiro de Rally Baja: Rodrigo Varela vence Jalapão e dispara no campeonato

0 comentários
Foto: Sanderson Pereira
O mais velho e experiente dos irmãos da ‘Família da Poeira’ abriu grande vantagem no campeonato brasileiro de UTV. Seus irmãos Gabriel e Bruno estão entre os três primeiros em suas classes.

O paulista Rodrigo Varela (Can-Am/Blindarte) dominou completamente o Rally Baja Jalapão 500, disputado no último final de semana (04/7) em Tocantins, válido pelas 7ª e 8ª etapas do Campeonato Brasileiro de Rally Baja.

"Estou muito contente com esta vitória na primeira edição do Baja Jalapão 500, uma etapa sensacional que com certeza vai estar sempre no calendário brasileiro e sem sobra de dúvidas chegou para ser a principal prova do Baja nacional", comemorou Rodrigo Varela, que com esta sétima vitória em oito etapas disparou ainda mais na liderança do Campeonato Brasileiro de Rally Baja.

A prova mais longa sem utilização de planilhas já realizada no Brasil largou de Palmas, passou pelas cidades de Ponte Alta e Novo Acordo (TO), e depois de percorrer 433 quilômetros de trechos cronometrados pelos mais inóspitos terrenos do Centro-Oeste brasileiro, além de 193 quilômetros de deslocamentos, voltou para a Praia da Graciosa, na capital do Tocantins.

"Foi uma prova sensacional. Uma prova com todos os tipos de terreno e andei sempre muito rápido com o meu UTV Can-Am. O equipamento foi perfeito, aguentou tudo. Gostei muito do Maverick Turbo em prova longa, neste 630 km ele foi excelente, a resistência dele é impressionante. Estou muito satisfeito com ele", completou o piloto da equipe Divino Fogão/Can-Am/Blindarte.

Menos sortes tiveram os seus irmãos mais novos, apesar dos bons equipamentos que tiveram em mãos. Gabriel Varela (Can-Am/Blindarte) teve um pneu furado e depois uma indisposição estomacal que prejudicou o seu desempenho, terminando em quinto na classe Super Production, mas mantendo o terceiro posto no certame brasileiro.

"Tive um problema logo no início da especial, com apenas 50 km fui um pneu. Demorei a trocar porque um parafuso estava emperrado. Como só tinha um estepe não pude arriscar no restante da competição e tirei o pé. No km 270 comecei a passar mal do estômago, mas continuei mais cauteloso", explicou Gabriel. "Como treino para o Sertões foi muito bom, o meu Can-Am Maverick 1000 XRS não teve nenhum problema, foi tudo perfeito", elogiou o piloto que no ano passado venceu todos os campeonato que disputou com Quadriciclo.

Já o caçula da ‘Família da Poeira’ sofreu um pouco mais. Bruno Varela (Polaris One/Blindarte) enfrentou um pequeno acidente com o seu Polaris RZR XP 1000 no começo da prova, que avariou a barra de direção, mas mesmo assim foi sétimo na classe de UTV original de fábrica.

"Foi uma prova muito legal, muito rápida, com bastante trecho de Trial, muito calor. Tive a infelicidade de bater em um buraco gigante no km 70, quando vinha bem e estava em sexto na Geral. Tive que parar para reparar o meu Polaris RZR XP 1000, consegui dar uma ajeitada, andei mais 100 km e o problema voltou. Arrumei novamente e ainda consegui terminar a prova", lamentou Bruno. "Foi muito bom ter treinado com o Maikon (Padilha) como navegador e já fizemos uns testes para o Sertões", aprovou o estreante em UTVs, que está entre os três primeiros no Brasileiro de Baja na classe Production.

A próxima participação dos três filhos de Reinaldo Varela (bicampeão mundial de Rally Cross Country) será no Rally Internacional dos Sertões, no início de agosto.

Classe Pró: 1) Rodrigo Varela, 5h58min47s600; 2) Marcelo Gastaldi/Breno Ferreira, 6h17min11s400; 3) Leandro Reis/Erley Ayala, 6h31min05s700.

Classe Super Production: 1) Aristides Mafra Jr., 6h01min58s600; 2) Zé Hélio Rodrigues/Dionísio da Silva, 6h06min51s000; 3) Henrique Gutierrez/Wedner dos Santos, 6h16min57s200; 4) Daniel Costa, 6h176min05s400; 5) Gabriel Varela, 6h34min36min200; 6) Richard Carida/Leandro Magnusso, 6h42min40s300.

Classe Production: 1) Maurício Pena Rocha, 5h59min08s500; 2) Wander Garcez Ribeiro, 6h08min56s600; 3) André Corrêa, 6h24min21s500; 4) Matheus Sales, 6h27min23s206; 5) Roberto Prado Sampaio, 6h30min25s300; 6) Marcelo Mistrorigo, 6h34min01s400; 7) Bruno Varela/Maickon Padilha, 8h47min25s500.

Curta www.facebook.com/DivinoFogaoRallyTeam

Deixe seu comentário