terça-feira, 9 de junho de 2015

Radical Masters Euroseries: Mineiro Victor Corrêa termina em terceiro na Inglaterra

0 comentários
Foto: Divulgação
Em virtude do abandono na primeira corrida, brasileiro caiu para terceiro no campeonato

Mesmo terminando em terceiro neste domingo (07/6) na 7ª etapa do Radical Masters Euroseries, em Silverstone, na Inglaterra, uma pane sêca faltando duas voltas para o encerramento da 6ª etapa jogou a dupla anglo-brasileira Victor Corrêa/John Harrison para a terceira posição no certame continental. Agora os ingleses Terrence Woodward/Ross Kaiser são os líderes isolados com 237 pontos, seguidos do compatriota Manhal Allos com 186 e o mineiro e seu companheiro inglês em terceiro com 185 pontos.

"No sistema de pontuação deste campeonato, que priveligia a regularidade, se você não termina uma corrida dispenca na tabela. Agora vamos ter que trabalhar muito para recuper esta grande perda", comentou Victor Corrêa, campeão europeu da modalidade em 2013. A quarta rodada será nos dias 4 e 5 de julho, no Red Bull Ring, na Áustria.

No encerramento da programação da terceira rodada Victor Corrêa largou da segunda posição, mas já assumiu a liderança antes da primeira curva. Com um ritmo fortíssimo ele abriu 5s5 de vantagem em quatro voltas, quando um acidente promoveu a entrada do safety car. Na relargada na oitava volta o piloto de Alfenas, sul de Minas Gerais novamente disparou na frente e depois de três voltas entrou para a troca de pilotos, com 5s8 de dianteira para o segundo colocado.

No entanto, John Harrison não encontrou um bom ritmo e na 16ª volta foi ultrapassado por Terrence Woodward/Ross Kaiser e duas voltas depois caiu para terceiro, atrás de Jamie Patterson /Alex Kapadia.

"A entrada do safety car atrapalhou os nossos planos. Eu estava com um ritmo muito forte e pretendia abrir uma vantagem por volta de 12 segundos até o pit stop, para ficar mais cômodo para o John. Mas corrida é assim e não adianta lamentar. Estamos competitivos e vamos atrás de outros bons resultados", disse o representante da Unifenas nas pistas.

Na sexta etapa, largando da sexta posição o inglês John Harrison pulou para segundo logo que foi autorizada a partida, atrás de Jamie Patterson /Alex Kapadia. No entanto, na terceira volta o companheiro de Victor Corrêa já perdeu a posição e com 20 minutos, no 10º giro caiu para quarto. Exatamente na metade da corrida de 50 minutos de duração o brasileiro assumiu o volante e começou a tirar a diferença, estabelecendo a segunda volta mais rápida da competição.

Faltando duas voltas, enquanto Terrence Woodward/Ross Kaiser assumiam a ponta da prova, Victor brigava pelo terceiro posto, mas foi traído por um vazamento de gasolina e foi obrigado a abandonar prematuramente.

"Foi uma pena. O carro estava bom e dava pra terminar esta bateria em terceiro", lamentou Victor. "Parece que o vazamento de combustível começou logo na largada, pois o John relatou agora que sentiu o forte cheiro de gasolina na volta de aquecimento. Vamos verificar e sanar isto para a próxima corrida, pois vou largar da primeira fila e quero tentar pular na frente e liderar no meu turno de pilotagem", planejou Corrêa.

Resultado da 7ª etapa:
1) Terrence Woodward/Ross Kaiser (Inglaterra), 22 voltas em 52min02s813;
2) Jamie Patterson /Alex Kapadia (Inglaterra), a 6s479;
3) Victor Corrêa (Brasil)/John Harrisson (Inglaterra), a 15s828;
4) Chris Hyman (África do Sul)/Alex Mortimer (Inglaterra), a 28s208;
5) Ozzy Yusuf (Inglaterra), a 28s722;
6) Alain Costa (Mônaco), a 31s036;
7) James Abbott (Inglaterra), a 36s772;
8) Manhal Allos (Inglaterra), a 58s371;
9) Chris Hoy (Inglaterra), a 1min15s268;
10) Marcello Marteotto/Marco Cencetti (Itália), a 1min16s732.

Resultado da 6ª etapa:
1) Terrence Woodward/Ross Kaiser (Inglaterra), 24 voltas em 50min01s556;
2) Jamie Patterson /Alex Kapadia (Inglaterra), a 0s944;
3) Chris Hyman (África do Sul)/Alex Mortimer (Inglaterra), a 8s328;
4) Alain Costa (Mônaco), a 53s298;
5) Chris Hoy (Inglaterra), a 1min12s726;
6) Ozzy Yusuf (Inglaterra), a 1min48s204;
7) Manhal Allos (Inglaterra), a 1min53s166;
8) Phil Keen (Inglaterra), a 1min53s360;
9) Marcello Marteotto/Marco Cencetti (Itália), a 2min01s912;
10) Jaap Bartels (Holanda)/Stuart Moseley (Inglaterra), a 2min01s956;
17) Victor Corrêa (Brasil)/John Harrisson (Inglaterra), a 2 voltas.

Pontuação dos 10 primeiros da Radical Masters Euroseries após sete etapas: 1) Terrence Woodward/Ross Kaiser (Inglaterra), 237 pontos; 2) Manhal Allos (Inglaterra), 186; 3) Victor Corrêa (Brasil)/John Harris (Inglaterra), 185; 4) Chris Hyman (África do Sul)/Alex Mortimer (Inglaterra), 170; 5) Jamie Patterson /Alex Kapadia (Inglaterra), 156; 6) Jaap Bartels (Holanda)/Stuart Moseley (Inglaterra), 137; 7) Alain Costa (Mônaco), 133; 8) James Swift (Inglaterra), 105;) Philippe Muffat/Johan Scheier (França), 81; 10) Chris Hoy (Inglaterra), 74.

Visite WWW.victorcorrea.com.br

Deixe seu comentário