segunda-feira, 1 de junho de 2015

Mercedes-Benz Challenge: etapa de Curitiba esquenta a briga pelo título

0 comentários
Foto: Fábio Davini
CLA AMG Cup: Fernando Júnior quebra sequência de Adriano Rabelo e aperta a briga pela liderança

Esquentando a briga pelo título da categoria CLA AMG Cup, o gaúcho Fernando Júnior e o catarinense Cristian Mohr foram os primeiros a cruzar a linha de chegada em uma corrida muito agitada e válida pela terceira etapa do Mercedes-Benz Challenge 2015, disputada neste domingo em Curitiba (PR). Com a terceira posição obtida pelo piloto Adriano Rabelo - apelidado de "Cearense Voador" - a diferença entre os líderes caiu de 14 para 10 pontos. Rabelo ainda é o primeiro, com 55, mas passa a ser perseguido de perto por Fernando Júnior, que soma 45.

"A semana não foi muito fácil para a gente, tivemos uma morte na família", disse o vencedor da CLA, lembrando o recente falecimento do tio, Valmor Ramos. "Meu tio era meu parceiro, com quem eu mais convivia. Ele gostava muito de automobilismo e certamente esteve olhando por mim hoje. Por isso esta vitória é em homenagem a ele", completou. Piloto de Santa Cruz do Sul, local da próxima etapa, no dia 28 de junho, o vencedor minimizou a suposta vantagem que teria por ser um grande conhecedor daquele traçado: "A pressão aqui em Curitiba foi grande, mas acabou dando tudo certo. Eu conheço bem a pista de Santa Cruz do Sul, mas esta é uma categoria em que os carros são muito equilibrados. Vai ser uma disputa ferrenha e vou tentar em casa mais uma vitória", acrescentou.

No caminho certo - Atual campeão da C 250 Cup, Cristian Mohr se entusiasmou com o resultado em Curitiba: "Comecei neste ano na CLA AMG Cup, com um carro novo, e isso exige naturalmente uma fase de adaptação e vários ajustes a serem feitos. Nas duas primeiras provas procurei me habituar à tocada deste carro, que é diferente do que experimentei na C 250 Cup, e nesta prova encontramos o caminho e temos condição nas próximas corridas de buscar as primeiras posições do campeonato". O piloto de Blumenau explicou a dificuldade para ultrapassar o vencedor: "Eu tinha ritmo para andar na frente, mas meu terceiro trecho era mais lento do que o do Fernando. E este é justamente o ponto da pista em que eu precisava preparar a ultrapassagem no fim da reta. Por isso, mesmo eu sendo mais rápido no segundo trecho do circuito, não consegui superar o líder".

Já o líder da classificação justificou o terceiro lugar com os problemas nos pneus. Foi a primeira prova da temporada não vencida pelo cearense: "Para nós, contou como uma vitória. Eu não tinha ritmo para acompanhar os dois primeiros em razão de um problema que enfrentei com um dos pneus traseiros, então preferi correr pensando no campeonato. Este terceiro lugar me permitiu manter a liderança na classificação geral. Gosto muito da pista de Curitiba, esta é a casa da minha equipe, e estou muito feliz com o resultado".

C 250: primeira vitória - Na categoria C 250 Cup, a vitória foi do capixaba Betinho Sartório, que assumiu a terceira posição na classificação da categoria, com 38 pontos. A liderança passou das mãos de Marcio Basso para a dupla Marcos Paioli/Peter Gottschalk, que soma 44. "Esta é minha primeira vitória na C 250", comemorou o novo líder. "Eu só tenho a agradecer a toda a minha equipe pelo excelente equipamento que tive hoje. Agora que ganhamos a primeira, vamos buscar outras vitórias", avisou Sartório. A equipe Paioli Racing, na verdade, tinha mais o que comemorar: "É a primeira vez desde 2003 que a nossa equipe conquista as três primeiras posições em uma prova e a primeira vez que conquistamos um resultado como este no Mercedes-Benz Challenge", disse Marcos Paioli, piloto e chefe de equipe, lembrando que os três primeiros carros são preparados por seu time. "Já conquistamos algumas dobradinhas antes, mas terminar nas três primeiras posições no pódio é algo inédito e fantástico", comentou.

A corrida - Logo na largada um acidente múltiplo tirou da corrida cinco carros quando o paranaense Lorenzo Varassin tentou ultrapassar Marcos Simão - ambos da CLA AMG Cup. Os dois se tocaram e desencadearam uma sequência de colisões que envolveu nove carros - mas apenas cinco abandonaram naquele incidente. Agora com o safety car à frente, os carros saíram para uma nova largada. Quando o veículo de segurança saiu da pista, os pilotos cruzaram a reta principal em velocidade máxima na tentativa de conquistar posições. Fernando Júnior e Cristian Mohr, que largaram em primeiro e segundo na classificação geral do grid, conseguiram defender suas colocações e as mantiveram até o final - só perdendo momentaneamente a liderança no momento dos pit stops obrigatórios.

Na 13ª volta, mais um acidente. Dessa vez, o paulista Fernando Fortes tentava a ultrapassagem sobre o conterrâneo e rival na CLA AMG Cup, Linneu Linardi Júnior, que não cedeu a posição facilmente. Os dois acabaram se chocando com violência e abandonaram - sem qualquer consequência física para os pilotos. Outros incidentes de menos gravidade aconteceram, mas na penúltima volta Christian Germano, paulista da C 250 Cup, acabou rodando e ficando em posição perigosa no circuito - o que obrigou a entrada do safety car para a retirada de seu bólido. Com isso, os pilotos completaram o percurso sob intervenção da direção de prova.

As próximas etapas do Mercedes-Benz Challenge são: Santa Cruz do Sul-RS (28/6), Goiânia-GO (16/8), Brasília-DF (13/9), Tarumã-RS (8/11) e Interlagos-SP (13/12).

Detalhes sobre a competição podem ser encontrados no link www.mbchallenge.com.br


Confira os dez melhores na categoria CLA AMG Cup:
1) Fernando Júnior, 21 voltas em 36moin25s255, média de 127,83
2) Cristian Mohr, a 0s133
3) Adriano Rabelo, a 1s040
4) Peter Ferter, a 1s719
5) Cesare Marrucci, a 2s607
6) Arnaldo Diniz, a 2s624
7) Rodney Felício, a 3s304
8) Cesar Fonseca, a 4s123
9) Pierre Ventura, a 6s054
10) Carlos Kray, a 9s030

Campeonato da CLA AMG Cup:
1) Adriano Rabelo, 55 pontos
2) Fernando Júnior, 45
3) Cristian Mohr, 36
4) Arnaldo Diniz Filho, 31
5) Neto de Nigris, 26
6) Pierre Ventura, 24
7) Peter Ferter, 22
8) Cesar Fonseca, 22
9) Cesare Marrucci, 20
10) Luiz Carlos Ribeiro, 17
11)Carlos Kray, 16
12) Marcelo Hahn, 13
13) Fernando Poeta/Guilherme Daudt, 13
14) Victor Amorim/Fernando Amorim, 12
15) Rodney Felício, 9
16) Danilo Pinto, 9
17) Betão Fonseca, 8
18) Roger Sandoval, 5
19) Fernando Fortes, 4
20) Lorenzo Varassin/Paulo Varassin, 2


Resultado da C 250 Cup:
1) Betinho Sartório, 20 voltas em 36min32s025, média de 121,37 km/h
2) Marcos Paioli/Peter Gottschalk, 36min32s658
3) Peter Gottschalk Júnior, 36min32s478
4) Max Mohr, 36min33s555
5) Márcio Basso, 36min38s088
6) Beto Rossi, 36min38s747
7) Roberto Santos, 36min48s011
8) Christian Germano, a 36min49s869
9) Luiz Sena Júnior/Cleiton Campos, a uma volta
10) Theo De Nigris/Thiago De Nigris, a uma volta

Classificação da C 250 Cup após duas corridas:
1) Marcos Paioli/Peter Gottschalk, 44 pontos
2) Márcio Basso, 43
3) Betinho Sartório, 38
4) Luiz Sena Júnior/Cleiton Campos, 37
5) Peter Michel Gottschalk, 35
6) Christian Germano, 26
7) Edson Ferreira, 22
8) Flavio Andrade, 20
9) Beto Rossi, 20
10) Theo De Nigris/Thiago De Nigris, 16
11) Max Mohr, 13
12) Claudio Simão, 10
13) Roberto Santos, 9
14) Maurício Lund, 8

MAIS INFORMAÇÕES PARA A IMPRENSA

BestPR Comunicação
Rodolpho Siqueira
(011) 954-720-163 / (011) 4148-1765
rodolpho.siqueira@bestpr.com.br

Rafael Durante
(011) 973-208-666 / (011) 4148-1765
rafael.durante@bestpr.com.br

Mercedes-Benz
Gerente de Comunicação Automóveis
Alessandra Gomes de Souza
(011) 4173-7314
alessandra.souza@daimler.com

Deixe seu comentário