terça-feira, 9 de junho de 2015

F-Truck: único gaúcho no grid, Boessio volta a correr diante de sua torcida

0 comentários
Foto: Orlei Silva
Última participação do piloto da Boessio Competições diante da torcida do Rio Grande do Sul foi marcada por vitória histórica

Único piloto gaúcho no grid do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck, Régis Boessio recorda com especial carinho de sua última participação numa prova da categoria no Rio Grande do Sul. Foi na antepenúltima etapa de 2013, em Guaporé, em que, depois de largar da quarta posição, obteve sua segunda vitória na categoria. Boessio tem revivido as lembranças daquele 13 de outubro às vésperas de voltar a atuar diante da torcida gaúcha.

A quarta etapa da temporada de 2015, no dia 14 de junho, levará pilotos e equipes de volta ao Autódromo Internacional Velopark, na cidade gaúcha de Nova Santa Rita. “Voltar a correr tendo o apoio da torcida gaúcha é ótimo. Até hoje tenho vivos na minha memória aqueles gritos de ‘ah!, eu sou gaúcho’ da torcida em Guaporé, no dia em que ganhei a corrida. Aquele foi, sem dúvida, o momento mais especial da minha carreira”, afirma Boessio.

A versão original do calendário de eventos da Fórmula Truck indicava a realização da corrida em Brasília. A mudança para o Velopark deu-se por conta da reforma não concluída no Autódromo Internacional Nelson Piquet, onde se utilizava o traçado do anel externo de 2.919 metros. “A maior facilidade ficou na questão do custo. Nossa equipe vai ter 40 quilômetros de deslocamento até o Velopark, em vez de 2.000 km até Brasília”, compara o gaúcho.

Ele vê pontos semelhantes entre a pista brasiliense e o traçado de 2.278 metros do Velopark. “São circuitos que têm poucas curvas e mais retas. O que muda bastante é a ventilação dos caminhões. Brasília tem uma pista aberta, quase no mesmo nível da arquibancada. Há mais vento, os caminhões sofrem menos. No Velopark a reta principal é cercada por duas arquibancadas altas. Temos pouca ventilação e a temperatura castiga mais os caminhões”, diz.

Os problemas com a temperatura têm sido o maior fator adversário do Volvo número 83 da Boessio Competições, caminhão com que o gaúcho teve em 2015 seu retorno às pistas da Fórmula Truck. “A temperatura está sendo a nossa maior inimiga nesse início de trabalho com o caminhão Volvo. Creio que a evolução que conseguimos nas três primeiras etapas vai ser suficiente para buscarmos um bom resultado no Velopark”, ele pondera.

Esta será a terceira edição de uma etapa da Fórmula Truck no circuito do Velopark. A primeira aconteceu em 2010, ano em que Boessio não disputou o campeonato. Na segunda edição, que abriu a temporada de 2013, o gaúcho obteve a sexta posição no grid e, por conta de problemas mecânicos, terminou a corrida em 13º, a duas voltas do vencedor. Boessio participa da temporada de 2015 com apoio de Suspentech, Rodrigotto, BorgWarner e Aesa Molas.

CAMPEONATO BRASILEIRO DE FÓRMULA TRUCK
(Classificação da temporada após 3 das 10 etapas)
1º) Leandro Totti (PR/Volkswagen-MAN), RM Competições, 123
2º) Felipe Giaffone (SP/Volkswagen-MAN), RM Competições, 106
3º) Djalma Fogaça (SP/Ford), DF Racing Fans, 101
4º) Paulo Salustiano (SP/Mercedes-Benz), ABF/Mercedes-Benz, 93
5º) Jaidson Zini (PR/Iveco), Dakar Motorsport, 85
6º) Wellington Cirino (PR/Mercedes-Benz), ABF/Mercedes-Benz, 75
7º) André Marques (SP/MAN), RM Competições, 68
8º) Pedro Muffato (PR/Scania), Muffatão, 67
9º) Beto Monteiro (PE/Iveco), Lucar Motorsports, 63
10º) Diogo Pachenki (PR/Mercedes-Benz), Copacol Racing Truck, 60
10º) Rogério Castro (GO/Mercedes-Benz), ABF Racing Team, 60
12º) Gustavo Magnabosco (SC/Scania), Corinthians Motorsport, 57
13º) Alex Fabiano (SP/Volvo), Clay Truck Racing, 38
14º) David Muffato (PR/Scania), Muffatão, 37
15º) Adalberto Jardim (SP/Volkswagen-MAN), RM Competições, 35
16º) Raijan Mascarello (MT/Ford), DF Racing Fans, 31
17º) Débora Rodrigues (PR/Volkswagen-MAN), RM Competições, 29
18º) Gabriel Correa (GO/Ford), Original Reis, 27
19º) Luiz Lopes (SP/Iveco), Lucar Motorsports, 24
19º) Roberval Andrade (SP/Scania), Corinthians Motorsport, 24
21º) Régis Boessio (RS/Volvo), Boessio Competições, 10

Deixe seu comentário