domingo, 22 de março de 2015

Problema na suspensão afasta Augusto Farfus da luta pelo pódio nas 12 Horas de Sebring

0 comentários
Foto: BMW
Uma falha na suspensão traseira da BMW Z4 GTLM #25, ainda na primeira metade da prova, impediu que o brasileiro pudesse brigar por um bom resultado neste sábado. Foco de Augusto Farfus agora se volta para o DTM, que realiza testes de pré-temporada nesta semana em Portugal

O desfecho da 63ª edição das 12 Horas de Sebring, na noite deste sábado (21 de março), não foi o esperado nem para Augusto Farfus e tampouco para a BMW, que comemorou o aniversário de 40 anos de sua primeira grande vitória nos Estados Unidos. O piloto brasileiro, que disputou a corrida na classe GT Le Mans e dividiu a condução da BMW Z4 GTLM #25 com Bill Auberlen e Dirk Werner, não conseguiu lutar pelo pódio depois de o carro, com pouco mais de 5 horas de prova, apresentar um problema na suspensão traseira. A falha mecânica fez o conjunto do Team RLL — equipe oficial da BMW — perder 13 voltas em relação aos líderes da categoria, colocando fim a qualquer possibilidade de um bom resultado na segunda etapa da temporada 2015 do Tudor United SportsCar Championship.

Coube a Werner iniciar a corrida largando da quarta colocação do grid. No princípio, o alemão andou perto dos líderes da GTLM, classe que teve uma das disputas mais apertadas da corrida praticamente do início ao fim. Dirk entregou o carro para Farfus em quinto lugar no seu primeiro turno, pouco antes das duas primeiras horas de corrida. O curitibano de 31 anos manteve a colocação e seguiu no encalço dos ponteiros, com uma curta diferença separando os cinco primeiros colocados da GT Le Mans.

Depois de Augusto, foi a vez de Bill Auberlen ir à pista. Após o stint completado pelo norte-americano, Werner reassumiu a condução da Z4. Durante seu turno, o carro começou a apresentar problemas na suspensão traseira, obrigando o alemão a parar nos pits. Os mecânicos do Team RLL tiveram de levar o veículo para a garagem e precisaram de pouco mais de 30 minutos para reparar a falha e colocar o conjunto de volta à prova, porém sem condições de lograr um bom resultado.

Farfus, Werner e Auberlen completaram 317 voltas e terminaram as 12 Horas de Sebring em 22º na classificação geral, 8º na GT Le Mans. A vitória no geral ficou com o conjunto da Action Express guiado por Sébastien Bourdais, João Barbosa e o brasileiro Christian Fittipaldi. Depois da sua participação em Sebring, Augusto regressa à Europa neste domingo para voltar o foco para o DTM. Entre quarta e sexta-feira (25 a 27 de março), o piloto acelera sua BMW M4 #18 nos testes de pré-temporada, que serão realizados no tradicional circuito do Estoril, em Portugal.

Augusto Farfus:

"Foi uma corrida triste para nós. Enfrentamos um problema com a suspensão quebrada durante a prova, o que nos custou 13 voltas e a chance de brigar por um bom resultado. De qualquer forma, não tínhamos o ritmo dos vencedores na GT Le Mans. Foi uma pena, já que viemos com uma expectativa grande para Sebring, mas nossos rivais se apresentaram com um carro mais rápido que o nosso. Faz parte. Agora volto a focar no meu trabalho na Europa com o DTM, e daqui sigo direto para o Estoril para a realização dos treinos coletivos, dando sequência à minha temporada."

Deixe seu comentário