segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Kart: Gabriel Gomez fecha temporada com títulos na Mirim e como finalista do Capacete de Ouro

0 comentários
Foto: Mauricio Villela
Catarinense de Florianópolis, piloto começou sua carreira aos três anos de idade, quando ganhou seu primeiro kart

Gabriel Gomez, de apenas 8 anos, já tem dado o que falar nos kartódromos brasileiros. Desde os três anos, quando ganhou seu primeiro kart, o catarinense de Florianópolis tem se destacado, pela maneira como começou a integrar-se ao esporte ou pelas vitórias e títulos que recentemente começaram a enriquecer seu currículo.

Seu primeiro kart teve que ser todo adaptado, por razões óbvias, já que o banco e os pedais ficavam muito distantes. Macacões e equipamentos para seu tamanho não existiam, mas os pais buscavam as melhores alternativas e assim o amor de Gabriel Gomez pelo kartismo ia se enraizando em seu coração. "Mandamos fabricar o macacão e quando ele sentava no kart só se via o capacete, já que ele era muito pequenino", lembram os pais, Leandro e Viviane. "Lembramos bem da primeira vez que ele foi à pista: como o Gabriel não sabia frear, amarramos uma corda no kart dele e no kart do pai, que faria o papel de freio. Assim foi indo e logo ele já estava sozinho na pista. Nos valíamos apenas de instruções verbais e gestuais e tudo foi dando certo", continua Viviane.

Gomez estreou em competições em fevereiro de 2012, em uma corrida em São Paulo, com apenas cinco anos. Foi um início difícil, mas o ano foi intenso em corridas e em aprendizado. Ele participou da Copa São Paulo Light pela Mirim, a primeira na escala de categorias do kartismo brasileiro, e ganhou experiência e crescimento profissional.

A partir deste momento foram várias as competições de que Gabriel Gomez tomou parte, tais como a Copa Sul em Santa Catarina e a Copa das Federações em Minas Gerais - onde terminou em 7º apesar da pouca idade e da maior experiência dos adversários. 2013 chegou e, aos seis anos, a agenda esportiva de Gabriel incluía novamente o Light e a Copa Sul, onde venceu duas etapas. Vice-campeão, ele treinava para o Brasileiro quando quebrou o braço, mas isso não o impediu de disputar a competição mais importante do calendário nacional.

Um pouco receoso no início, já que - sob liberação médica - corria com o braço engessado, Gabriel Gomez iniciou a disputa do Brasileiro "devagar", mas na Pré-Final, a penúltima corrida do evento, terminava em 2º, de onde largaria para a decisão. Nesta, cujo vencedor seria o campeão brasileiro, participou de um verdadeiro show composto por cinco pilotos e terminou em 5º, apenas um segundo atrás do campeão. Ainda em 2013 Gabriel Gomez seria campeão Sul-Brasileiro, vice no Catarinense e 3º na Copa das Federações, em outra chegada emocionante.

A temporada 2014, que agora está próxima de seu encerramento, foi perfeita para o jovem piloto catarinense. Quando competiu pela Mirim, ele venceu praticamente todas as corridas, exceto uma, quando - traído pelo motor - chegou em 2º e sagrou-se vice-campeão brasileiro. Em seus compromissos em que competiu agrupado com os pilotos da Cadete, uma categoria acima da sua, Gabriel Gomez chegou a vencer algumas provas na geral. E seu ano positivo pode ser traduzido pelos títulos de Campeão da Copa Santa Catarina, Catarinense, Copa São Paulo Granja Viana, Copa Brasil e o já citado vice no Campeonato Brasileiro.

Este ano, além de competir na Mirim, Gabriel Gomez estreou em nova categoria, equipada com os motores Rotax de 125cc, e foi vice-campeão da Copa São Paulo Granja Viana na Micro Max Rotax.

O ano positivo de Gabriel Gomez pode ser traduzido em um único fato: na última semana ele foi indicado como um dos três finalistas do Capacete de Ouro da Revista Racing na categoria Revelação, a mais importante premiação do automobilismo nacional, exatamente por sua excelente temporada.

A temporada 2014, entretanto, ainda não terminou por completo. Gabriel Gomez, que compete com chassis Techspeed na Calliari Racing Team, do preparador Clóvis Calliari, ainda terá pela frente duas importantes competições, em caráter nacional. No dia 13 de dezembro, no Kartódromo Beto Carrero, em Penha (SC), ele participará de duas provas preliminares das famosas 500 Milhas, que recebem pilotos do porte de Rubens Barrichello, Felipe Massa, Tony Kanaan e Christian Fittipaldi, por exemplo. O catarinense competirá na Cadete e na Rotax Mini Max, ambas categorias acima da dele.

"Usaremos esta prova para dar andamento em sua adaptação, já que no ano que vem ele participará na Cadete e permanecerá na Micro Max, categoria que utilizará o mesmo chassi da Mini Max nesta preliminar das 500 Milhas", explica Leandro Gomez. "E no caso da Rotax, ajudará também em um de nossos objetivos, que é a disputa do Florida Winter Tour nos Estados Unidos", completa o pai.

Por fim, o último compromisso de Gabriel Gomez na temporada será no dia 20 de dezembro, em Volta Redonda (RJ), quando buscará mais um título nacional, desta vez a Copa das Federações, e se despedirá da categoria Mirim.

KG COM Assessoria de Comunicação
Erno Drehmer (MTb/RS 14.706)
Rua Lidovino Fanton, 224
Sapucaia do Sul / RS - 93228-160
Tel. + 55 51 3452 2113
www.kartgaucho.com.br

Deixe seu comentário