quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Bruno Bonifacio fecha 2014 satisfeito com adaptação e transição para carro da Formula Renault 3.5

0 comentários
Foto: Paollo Pelegrini
Com sete dias de testes nos circuitos de Jerez, Motorland e Barcelona, o paulista de 20 anos termina o ano acumulando quilometragem com o carro que vai competir na temporada de 2015

As últimas semanas de trabalho de Bruno Bonifacio em 2014 marcaram o início de um novo ciclo da sua carreira. Depois de dois anos de muito êxito na Formula Renault 2.0, com participações de destaque nas divisões Alps e Eurocup, na qual terminou no top-5 a última temporada, o paulista de 20 anos começou sua transição e adaptação ao potente carro da Formula Renault 3.5, a principal classe da World Series by Renault e categoria que mais revelou talentos para a F1 nos últimos anos. O piloto realizou sete dias de treinos, sendo dois em Jerez, três em Motorland-Aragón e, por fim, fechou suas atividades de pista neste ano com mais duas sessões entre quinta e sexta-feira (4 e 5 de novembro), no circuito Barcelona-Catalunya. Para Bonifacio, o balanço deste início de trabalho nos testes coletivos foi considerado bastante positivo.

Em todas as sessões que participou, Bruno guiou o carro da International Draco Racing, equipe italiana chefiada pelo brasileiro Guto Negrão, ex-piloto da Stock Car. Bonifacio destacou a potência do potente motor Zytek de 3,5 litros e a força do carro em frenagem e retomada de velocidade, por exemplo. Impressionado com o desempenho do carro, o brasileiro citou também que a preparação física será fundamental e já intensificou os trabalhos visando 2015.

Desta forma, Bonifacio terá pela frente uma nova e desafiadora fase na sua trajetória. Bruno foi um dos pilotos brasileiros que mais se destacaram nos últimos anos no automobilismo europeu. Em 2012, o jovem paulista competiu na Formula Abarth Europeia e Italiana, alcançando o terceiro lugar, com quatro vitórias e nove pódios. Em 2013, subiu para a Formula Renault, competindo de forma simultânea nas divisões Alps e Eurocup. Pela Alps, foram três vitórias e seis pódios para completar o campeonato no top-3, e um pódio no certame europeu, além de uma participação na Toyota Racing Series, na Nova Zelândia, onde somou mais duas vitórias, feito que fez de Bruno o brasileiro com mais vitórias no exterior naquele ano.

Já em 2014, Bonifacio priorizou a Formula Renault Eurocup e disputou três etapas da Alps como convidado. Os números foram novamente positivos: quatro pódios em seis corridas, sendo uma vitória em Jerez na Alps, enquanto pela Eurocup Bruno conquistou uma vitória em Spa-Francorchamps, três pódios e outros três top-10, terminando no top-5. Agora, o paulista inicia o sempre difícil processo de mudança das categorias de base para uma fortíssima classe de acesso à F1. Nos últimos anos, a World Series by Renault já revelou para o principal certame do automobilismo mundial pilotos como Daniel Ricciardo, Jean-Éric Vergne, Jaime Alguersuari, Jules Bianchi, Kevin Magnussen, Will Stevens e Carlos Sainz Jr., que fará sua estreia em 2015 pela Toro Rosso.

Focado em começar sua carreira na Formula Renault 3.5 com um bom trabalho desde o início, Bruno praticamente não terá férias. Já no Brasil, onde passará o fim de ano, o piloto manterá uma sequência de atividades físicas e intensificará sua preparação visando 2015, além de trabalhar, em conjunto com seu staff, nos acertos finais para definir e anunciar em breve para qual equipe vai correr na próxima temporada da World Series by Renault.

Bruno Bonifacio:

"Os testes foram muitos bons. Evoluímos a cada vez em que fomos à pista, crescemos muito e aprendemos sempre um pouco mais do carro e o novo estilo de guiar, além de um grande entrosamento que tivemos com todos da International Draco Racing. Creio que a maior dificuldade neste início de trabalho foi mesmo na parte física, já que o carro da Formula Renault 3.5 é muito exigente, de modo que você precisa estar preparado para encarar o desafio. Então vai ser nisso que vou focar nesta pausa de fim de ano: será tempo de ficar com a família, mas também de focar no preparo físico visando o próximo ano, então nosso trabalho não para, tudo para começar da melhor forma um novo ciclo em 2015."

Deixe seu comentário