terça-feira, 6 de outubro de 2015

Boessio conquista em Guaporé seu melhor resultado na temporada da F-Truck

0 comentários
Foto: Orlei Silva
Apesar de problemas com mangueira do turbo, único piloto gaúcho da categoria recebe bandeira quadriculada em sétimo lugar

Único piloto gaúcho do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck, Régis Boessio foi sétimo colocado na classificação final da oitava etapa, disputada na tarde deste domingo (4) no Autódromo Internacional Dr. Nelson Luiz Barro, em Guaporé (RS). Forçado a abandonar a primeira fase da prova por uma quebra, o piloto da Boessio Competições/Clay Truck Racing voltou à pista para a fase decisiva e confirmou seu melhor resultado final de 2015.

A primeira fase da corrida foi marcado para Boessio pelo rompimento da mangueira do turbo ainda na terceira volta. “Recolhi para os boxes. A primeira parte da corrida estava perdida por conta do problema, e a ideia foi justamente reparar os danos para buscarmos pontos na segunda parte”, declarou o piloto gaúcho, que tem em seu Volvo número 83 as cores e logos de Suspentech, Rodrigotto, BorgWarner e Aesa Molas.

O Pace Truck teve de intervir na corrida na quarta volta por conta de um acidente entre Felipe Giaffone e Beto Monteiro, que abandonaram. As voltas percorridas sob bandeira amarela não são computadas pela cronometragem na Fórmula Truck – foram quatro, para remoção dos caminhões e atendimento a Monteiro. Boessio aproveitou o procedimento para retomar sua participação antes mesmo da intervenção programa na metade da corrida.

Boessio retornou à pista em 12º lugar. Dada a relargada para a segunda e última fase, ocupava a 11ª posição. Houve mais duas intervenções do Pace Truck, por conta dos incidentes isolados envolvendo os pilotos Luiz Lopes e Raijan Mascarello. “Tivemos muitas voltas em bandeira amarela, não sei dizer se teria condições para tentar evoluir na classificação se fosse a corrida inteira sob bandeira verde. Mas pontuar é bom. É o que temos para hoje”.

A vitória em Guaporé foi conquistada pelo paranaense Wellington Cirino, piloto da ABF/Mercedes-Benz. O paulista André Marques, da RM Competições, foi segundo, à frente do paranaense Leandro Totti, seu companheiro de equipe, que assumiu a liderança do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck, que tem sua nona e penúltima etapa confirmada para dia 8 de novembro no Autódromo Internacional Zilmar Beux, em Cascavel (PR).

FÓRMULA TRUCK – ETAPA DE GUAPORÉ
(Resultado final da oitava etapa do campeonato)

Primeira fase, 7 voltas
1º) Wellington Cirino (PR/Mercedes-Benz), ABF/Mercedes-Benz, 27min18s4381
2º) André Marques (SP/MAN), RM Competições, a 0s6855
3º) Leandro Totti (PR/Volkswagen-MAN), RM Competições, a 2s0317
4º) Djalma Fogaça (SP/Ford), DF Racing Fans, a 2s9370
5º) Roberval Andrade (SP/Scania), Corinthians Motorsport, a 6s0909
6º) Adalberto Jardim (SP/Volkswagen-MAN), RM Competições, a 6s4626
7º) Débora Rodrigues (PR/Volkswagen-MAN), RM Competições, a 7s1070
8º) Diogo Pachenki (PR/Mercedes-Benz), Copacol Racing Truck, a 7s3136
9º) Raijan Mascarello (MT/Ford), DF Racing Fans, a 13s0324
10º) Pedro Muffato (PR/Scania), Muffatão, a 14s8137
11º) Luiz Lopes (SP/Iveco), Lucar Motorsports, a 15s4044
12º) Paulo Salustiano (SP/Mercedes-Benz), ABF/Mercedes-Benz, a 22s9469
13º) Régis Boessio (RS/Volvo), Boessio Competições/Clay Truck Racing, a 2 voltas
NÃO COMPLETARAM
Beto Monteiro (PE/Iveco), Lucar Motorsports, a 4 voltas
Felipe Giaffone (SP/Volkswagen-MAN), RM Competições, a 4 voltas
Alex Fabiano (SP/Volvo), Clay Truck Racing, a 6 voltas
NÃO LARGOU
Fabiano Brito (PR/Scania), Falsi & Falsi Team 
Melhor volta: Marques, na 6ª, 1min27s1000, média de 127,301 km/h

Segunda fase, 11 voltas
1º) Wellington Cirino (PR/Mercedes-Benz), ABF/Mercedes-Benz, 28min17s1471
2º) André Marques (SP/MAN), RM Competições, a 0s3697
3º) Leandro Totti (PR/Volkswagen-MAN), RM Competições, a 4s0025
4º) Djalma Fogaça (SP/Ford), DF Racing Fans, a 4s8067
5º) Adalberto Jardim (SP/Volkswagen-MAN), RM Competições, a 6s0611
6º) Débora Rodrigues (PR/Volkswagen-MAN), RM Competições, a 7s6452
7º) Régis Boessio (RS/Volvo), Boessio Competições/Clay Truck Racing, a 8s0798
8º) Diogo Pachenki (PR/Mercedes-Benz), Copacol Racing Truck, a 9s1856
9º) Pedro Muffato (PR/Scania), Muffatão, a 10s1682
10º) Alex Fabiano (SP/Volvo), Clay Truck Racing, a 18s1448
11º) Raijan Mascarello (MT/Ford), DF Racing Fans, a 3 voltas
NÃO COMPLETARAM
Roberval Andrade (SP/Scania), Corinthians Motorsport, 
Luiz Lopes (SP/Iveco), Lucar Motorsports, a 
Paulo Salustiano (SP/Mercedes-Benz), ABF/Mercedes-Benz, a 
Melhor volta: Fogaça, na 5ª, 1min27s0680, média de 127,3 km/h

A duas etapas de seu término, a F-Truck tem a seguinte classificação: 1º) Totti, 303 pontos; 2º) Salustiano, 287; 3º) Giaffone, 264; 4º) Fogaça, 257; 5º) Marques, 225; 6º) Pachenki, 223; 7º) Cirino, 178; 8º) P. Muffato, 169; 9º) Zini, 137; 10º) Mascarello, 136; 11º) Monteiro, 134; 12º) D. Muffato, 126; 13º) Rodrigues e Jardim, 107; 15º) Fabiano, 106; 16º) Magnabosco, 96; 17º) Andrade, 86; 18º) Boessio, 82; 19º) Lopes, 75; 20º) Castro, 36.

Grelak Comunicação 
(45) 3037-6667

Deixe seu comentário